Manaus é um dos municípios brasileiros que mais aumentaram o atendimento em distribuição de água. A informação está na pesquisa do Instituto Trata Brasil, divulgada no dia 23/7, e foi destacada pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, durante a inauguração, nesta terça-feira, 30/7, de um complexo de reservação de água, no bairro daCompensa, zona Oeste, com capacidade para abastecer 100 mil pessoas.

O dado destacado pelo prefeito mostra a ampliação da cobertura de distribuição de água e também de saneamento básico, cujo contrato com a concessionária prevê a cobertura de 80% da população com tratamento de esgoto – já contemplado o crescimento vegetativo – nos próximos 11 anos. Hoje, de acordo com a Águas de Manaus, já há uma cobertura de 20% com tratamento de esgoto e, em relação ao abastecimento de água, 98% da população recebe água tratada em suas casas, com regularidade.

“O saneamento sempre foi uma questão fundamental, porque se você tiver saneamento embaixo da terra, você tem saúde em cima dela. E se você tiver saúde, tem vitalidade do povo, poupa recursos do Sistema Único de Saúde, o SUS, demonstra que você quer mesmo brigar por um lugar no mundo civilizado, entre as nações e as cidades e Estados civilizados, enfim”, justificou o prefeito.

O novo reservatório de água tratada tem capacidade de armazenar 5 milhões de litros e atender a 100 mil pessoas, aproximadamente. A nova unidade foi entregue pelo prefeito de Manaus e pelo presidente da concessionária Águas de Manaus, Renato Médicis. A obra vai reforçar o sistema que existe na rua Dom Pedro I, nas proximidades do CSU do bairro, onde já há um reservatório de 3 milhões de litros. O sistema será fiscalizado pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman).

“Aqui temos 5 milhões de litros e temos como abastecer 100 mil pessoas. E não está faltando água na Compensa. Isso aqui é prevenção. É vendo o futuro e o crescimento da cidade. Estamos fazendo isso na cidade inteira”, afirmou o prefeito, referindo-se a cinco novos reservatórios de água construídos pela concessionária Águas de Manaus.

Já foram entregues os da Compensa e do Jorge Teixeira. Serão inaugurados ainda os reservatórios da Cidade Nova, Cidade de Deus e Colônia Santo Antônio. As novas unidades acrescentam 30 milhões de litros à reservação de água tratada na cidade, beneficiando mais de 450 mil pessoas nas zonas Norte, Leste e Oeste da capital. A obra faz parte do Plano Diretor de Água, que contempla todas as intervenções necessárias no setor.

 

Novo reservatório da Compensa agrega mais cinco milhões de litros de água ao sistema de abastecimento da cidade (Foto: Alex Pazuello/Semcom)

“Hoje tem 98% de residências abastecidas com água tratada e o que a gente vem fazendo é acompanhar o crescimento de Manaus e, paralelo a isso, tem esse grande desafio que é aumentar a cobertura do esgotamento sanitário. Existe um plano de crescimento que prevê até 2030 chegar a 80%, então, ano a ano, em pouco mais de 10 anos, a cidade vai ser uma referência muito mais do que a média nacional que é em torno de 50%”, destacou o diretor-presidente da Águas de Manaus, Renato Médicis.

A obra do novo reservatório, assim como todas as obras de ampliação e manutenção da rede de abastecimento e da rede de captação e tratamento de esgoto tem a fiscalização da Ageman. “A fiscalização é feita dentro do contrato de concessão, com metas estabelecidas pelo poder concedente, e a Ageman vem fiscalizando duramente”, afirmou o diretor-presidente da Ageman, Fábio Alho.