Notícias

Ver notícia

Ação inédita no país foi lançada neste dia Mundial da Água. Projeto é fruto de parceria entre a concessionária Águas de Manaus e a Prefeitura de Manaus.

 

 

Após alcançar o topo do ranking nacional como a capital com maior número de famílias cadastradas em tarifa social com o projeto “Tarifa Manauara” – hoje, são mais de 550 mil pessoas alcançadas – a concessionária Águas de Manaus e a Prefeitura de Manaus apresentam uma nova opção para o consumidor em situação de extrema vulnerabilidade social. O projeto, chamado de “Tarifa 10”, estabelece a cobrança fixa de R$ 10 nas contas de água e de esgoto, combinadas. A estimativa é que, inicialmente, pelo menos 28 mil famílias sejam contempladas, protegendo mais de 140 mil pessoas com o novo benefício. A Tarifa 10 foi lançada em um evento realizado no Studio 5 Convenções e Eventos, em uma data simbólica, quando é celebrado o Dia Mundial da Água.

A iniciativa vem de encontro à atuação da Prefeitura e da concessionária junto às populações mais necessitadas. Recentemente, estudos apontaram Manaus como a capital brasileira com maior crescimento de favelas entre 1985 e 2021. Junto ao aumento da população vulnerável, vieram outros impactos, como os recentemente deixados pela pandemia de Covid-19.

 

Diante deste cenário, Prefeitura e Águas de Manaus criaram um grupo de trabalho no último ano, para aprofundar o assunto. A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município (Ageman), a Secretaria da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) e a Unidade Gestora de Projetos Municipais de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário (UGPM-Água) foram envolvidas nos debates, focados nas especificidades das comunidades na capital amazonense. E deles, surgiu o Projeto da Tarifa 10.

“Já tínhamos um trabalho muito relevante junto às comunidades com a Tarifa Manauara. Mas, no nosso dia a dia, identificamos que ainda havia muitas famílias que precisavam de uma atenção especial. Por isso, criamos o projeto da Tarifa 10 e hoje, em parceria com a Prefeitura de Manaus, estamos lançando um mecanismo que chega para levar dignidade a essas pessoas. E que terá avaliações constantes para chegar a todos os que precisam. Trabalhamos para garantir o acesso de todos ao saneamento básico. Implantamos mais de 200 quilômetros de redes de água nos últimos anos e, também já iniciamos a implantação de esgotamento sanitário em locais de palafita, como ocorre de forma pioneira no Beco Nonato, no bairro da Cachoeirinha”, aponta Diego Dal Magro, diretor-presidente da Águas de Manaus.

A Tarifa 10 será mais um instrumento para promover dignidade e melhores condições de vida para as famílias que mais precisam. 

“Começamos a trabalhar com a assistência social para cadastrar mais famílias, e levar essa água onde não tinha, como lá no Coliseu. Nós temos trabalhado exatamente para isso, para proporcionar dias melhores para essa população, porque Manaus é a cidade do Brasil proporcionalmente com o maior número de beneficiários com a tarifa social, a Tarifa Manauara e agora a Tarifa 10”, afirma o prefeito de Manaus, David Almeida.

 

O evento contou com a presença de mais de mil moradores de 20 comunidades vulneráveis que estão situadas em todas as zonas da cidade. Entre eles, a dona de casa Maria Divanei Romaino, de 56 anos. ‘Dona Diva’, como é mais conhecida, se tornou a primeira pessoa cadastrada na Tarifa 10. 

 

Moradora da Comunidade das Flores há mais de 11 anos, ela destaca que a chegada da água tratada, no ano passado, e agora a inclusão na Tarifa 10, representam um grande alívio.

“Antes, a gente tinha que carregar baldes de água. Hoje tenho água na torneira, e quando chega das sessões, geralmente debilitada, consigo ter a tranquilidade de tomar um banho e descansar. Usamos a água para tudo, desde limpeza até consumo. E agora, com a Tarifa a R$ 10, as coisas vão ficar melhores”, disse Dona Diva, que é paciente renal e depende da água tratada para seguir com os cuidados com a saúde. 

 

Critérios 

Podem se inscrever para receber o benefício, famílias ocupantes de residência cadastrada na faixa de renda na linha da extrema pobreza do CadÚnico, tendo renda familiar mensal per capita no valor de até R$ 105,00 (cento e cinco reais), nos termos do Decreto Federal nº 10.852/2023. No entanto, a inclusão dependerá de pelo menos mais um dos seguintes critérios: 

 

– Mulheres em exercício de chefe de família; 

– Mulheres vítimas de violência doméstica; 

– Pessoas com 60 (sessenta) anos ou mais; 

– Ter, na família, crianças de até 12 (doze) anos incompletos; 

– Benefício de Prestação Continuada (BPC) como principal fonte de renda familiar;

– Famílias residentes em áreas de moradias precárias.

 

Assim como na Tarifa Manauara, o desconto será concedido mediante consumo de até 15 mil litros de água tratada (quinze metros cúbicos) por mês.

 

Passo a passo 

Para solicitar o benefício, o cliente pode comparecer a algum dos Pontos de Atendimento ao Cliente (PACs) ou em lojas físicas da concessionária Águas de Manaus, apresentando o cartão do Auxílio Brasil, documentos pessoais, comprovante de residência e a conta de água que comprove a adesão prévia à Tarifa Manauara. A partir daí, uma equipe da Águas de Manaus irá avaliar a situação do cliente e definir se ele se encaixa na Tarifa 10.

Compartilhar:

Veja Também

Teste de Formulário Saiba mais
Teste de Formulário

Documentos Saiba mais
Documentos

Aqui você encontra relatórios, arquivos e documentos de interesse público da Águas de Manaus.

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.