Notícias

Ver notícia

A obra está dividida em quatro etapas. Após concluída a ETE irá tratar mais de 31 milhões de litros de esgoto por dia.

A ampliação dos serviços de esgotamento sanitário na capital amazonense já é uma realidade. No bairro Raiz, uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) está sendo construída para atender os moradores daquela região e adjacências. A previsão é que mais de 220 mil pessoas sejam beneficiadas pelo empreendimento.

A nova estação contará com um sistema moderno que irá garantir que todo esgoto coletado passe por tratamento e retorne para a natureza livre de contaminações.

A construção da estação faz parte do programa de ampliação do esgotamento sanitário na capital amazonense, Trata Bem Manaus. O objetivo é a universalização do serviço. A ETE irá ocupar uma área de 9,6 mil m², localizada na rua Independência, no bairro Raiz. A estação terá capacidade para tratar mais de 31 milhões de litros por dia.

A ETE irá ocupar uma área de 9,6 mil m², localizada na rua Independência, no bairro Raiz

O trabalho no canteiro de obras vem se ampliando nas últimas semanas. Após a terraplanagem da área, o local recebe agora as fundações que serão responsáveis pela base estrutural do empreendimento.

A obra está dividida em quatro etapas. A primeira deve ser finalizada no segundo semestre deste ano e irá operar com tratamento de mais de 7 milhões de litros por dia. Nesta primeira fase, a obra conta com emprego direto de mão de obra de mais de 60 pessoas.

“Nosso planejamento é entregar uma etapa da Estação por ano. Cada módulo concluído entra em operação gradativamente e, desta forma, teremos a ETE completa em 2027. Todo esgoto coletado será tratado e devolvido ao Igarapé do 40, livre de contaminações. Os impactos positivos poderão ser percebidos pela população, que irá presenciar a mudança da qualidade da água deste corpo hídrico”, destalha o gerente de Projetos, Jean Damaceno.

A obra está dividida em quatro etapas e a primeira deve ser finalizada no segundo semestre deste ano

A ETE Raiz irá receber o esgoto produzido e coletado nos bairros Petrópolis, Japiim, Praça 14 de Janeiro, Cachoeirinha, São Francisco e Armando Mendes.

“Investir em saneamento é promover saúde e bem-estar para as pessoas. Estas melhorias impactam diretamente no desenvolvimento humano e socioeconômico da cidade. A participação das pessoas é parte deste processo. O tratamento adequado também traz ganhos para o meio ambiente, sobretudo em uma cidade como Manaus, cortada por igarapés e rios”, ressalta o diretor-presidente da Águas de Manaus, Diego Dal Magro.

Após a terraplanagem da área, o local recebe agora as fundações

Trata Bem Manaus

Lançado em janeiro deste ano, o Trata Bem Manaus tem como objetivo universalizar o serviço de esgoto na capital amazonense nos próximos anos. Com investimentos que superam R$2 bilhões até 2033, a concessionária irá realizar a implantação de mais de 2,7 milhões de metros de redes coletoras de esgoto, além da ampliação de mais de 70 Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs), espalhadas por todas as zonas da cidade. A previsão é que nos próximos cinco anos a cobertura ultrapasse 60% da cidade e, em 2033, o serviço esteja universalizado.

Compartilhar:

Veja Também

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas de Manaus.

TERMOS GERAIS DE USO DE SITES E APLICATIVOS DA AEGEA Saiba mais
TERMOS GERAIS DE USO DE SITES E APLICATIVOS DA AEGEA

Estes Termos Gerais de Uso de Sites e Aplicativos da AEGEA (“Termos”) são aplicáveis à utilização do(s) Site(s) e/ou Aplicativo(s) da AEG...

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Acesso Rápido Saiba mais
Acesso Rápido