Notícias

Ver notícia

Novos 260 km de redes de água tratada e série de melhorias já estão sendo implantadas na capital

 

 

Acompanhando o ritmo de crescimento da capital, a Águas de Manaus lança o projeto “+ Águas”, que investirá mais de R$ 105,6 milhões na ampliação e modernização do abastecimento. Com frentes de obras de expansão e melhorias, a concessionária atuará em todas as zonas, levando água tratada e regular aos moradores da capital. Serão implantados 260 km de novas redes de água, com benefício direto para 116 mil manauaras. Iniciativas voltadas ao controle de qualidade, gestão energética e redução de perdas alcançam toda a cidade.

 

EXPANSÃO – Em apenas uma década, a população de Manaus aumentou em 25%, ultrapassando 2,2 milhões de habitantes. Seja em novas localidades ou em ruas que surgem em bairros antigos, a Águas de Manaus está atenta e preparada para atender a população. Ao realizar melhorias e expansão no sistema de água, toda a cidade ganha.

 

Mais de 30 áreas da cidade já foram mapeadas e receberão obras de implantação de infraestrutura de água. O trabalho já iniciou e segue até 2023. Monte das Oliveiras, Coliseu, Parque São Pedro, Cidade Nova, Dom Pedro, Terra Nova, Monte Cristo, Cidadão XII e Novo Israel já recebem obras e serviços da Águas de Manaus. Moradores dos bairros José Bonifácio e Cidade de Deus comemoram as melhorias.

 

Regiões em situação de vulnerabilidade têm recebido atenção especial da concessionária, que está levando água tratada e regular, pela primeira vez, para pessoas que antes não recebiam o serviço. Além disso, os moradores passam a contar com comprovante de residência, o que facilita o acesso a benefícios sociais.

 

Na zona Norte, as melhorias nos bairros José Bonifácio e Cidade de Deus já foram concluídas, com 4,2 km de rede implantados. “Por vários anos sofremos com falta de água, mas graças a Deus, hoje temos água 24 horas e somos gratos por termos sido escutados pela concessionária”, disse Antelmo Cardoso, que há 20 anos mora no bairro José Bonifácio.

 

No bairro Monte das Oliveiras, o trabalho avança em ritmo acelerado e contempla a construção de uma estrutura robusta, como Estações Elevatórias de Água Tratada, novos poços e substituição de bombas, que vão triplicar a vazão do sistema, chegando a 220 mil litros de água a mais, por hora. O parque de macromedidores de água está em atualização, o que dará maior controle à concessionária sobre o índice de perdas.

 

“Seguimos empenhados e acompanhando o crescimento exponencial que Manaus tem tido nos últimos anos, para levarmos mais qualidade de vida, saúde e dignidade para população. Implantaremos novos 260 km de redes de água, com atenção à população em vulnerabilidade. Também investimos na modernização do sistema, adotando tecnologias a favor do saneamento”, ressalta o diretor executivo da Águas de Manaus, Diego Dal Magro.

 

 

MELHORIAS – Além de atender a cidade com olhar social, a concessionária vai modernizar o sistema, contribuindo para a vida útil da infraestrutura. A iniciativa está em desenvolvimento e prevê a implantação de equipamentos que atuam no monitoramento da distribuição, controle de qualidade e gestão energética, bem como na redução de perdas.

 

Os trabalhos incluem a instalação de 157 pontos de monitoramento e 389 válvulas reguladoras de pressão, além de 1.875 registros para setorização dos 208 distritos de medição e controle. Os equipamentos são fundamentais para acompanhar e otimizar a distribuição de água, contribuindo diretamente para a gestão de perdas.

 

O combate de vazamentos será intensificado, com a busca ativa em 3.600 km de rede, por meio de geofone eletrônico, aparelho capaz de identificar perdas não visíveis, utilizando sensores de solo sensíveis ao som da água.

 

O Centro de Controle Operacional, que gerencia o sistema à distância e 24 horas, contará com o monitoramento de mais 50 poços, 121 setores hidráulicos, 33 Estações de Tratamento de Esgoto e 71 Elevatórias de Esgoto.

 

A qualidade da água e a gestão energética também recebem atenção. O consumo de energia elétrica será monitorado em 54 unidades operacionais. Já as análises laboratoriais das Estações de Tratamento de Água serão automatizadas, reforçando a segurança operacional.

 

A Águas de Manaus trabalha na implantação de Inteligência Artificial na gestão do saneamento. O modelo operacional é automático e adota algoritmos e “machine learning” (aprendizado de máquina) para antever situações críticas de abastecimento, otimizando a distribuição de água e a redução de perdas. A plataforma correlaciona indicadores operacionais, como vazão, pressão e níveis de reservatórios, gerando padrões baseados no histórico dos dados, tornando as decisões mais assertivas.

 

+ ÁGUAS – O projeto ‘ + Águas’ vai levar mais água tratada aos manauaras, com expansão e modernização do sistema de abastecimento. O objetivo é acompanhar o crescimento constante da cidade, garantindo o acesso à água de qualidade, de acordo com o desenvolvimento de Manaus.

 

 

 

 

Compartilhar:

Veja Também

Contato Saiba mais
Contato

A Águas de Manaus oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.

Acesso Rápido Saiba mais
Acesso Rápido

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Revista Aegea Saiba mais
Revista Aegea

Faça o download da Revista Aegea e fique por dentro das novidades que acontecem na empresa.