Notícias

Ver notícia

Premiação foi realizada na quinta-feira (09) no Salão Rio Solimões do Palácio Rio Negro, no Centro de Manaus.

A primeira edição do Prêmio Águas de Manaus de Jornalismo Ambiental foi realizada na noite de quinta-feira (09). Em uma noite cheia de emoções, 17 profissionais de imprensa receberam premiações pela produção de reportagens que tiveram como destaque o saneamento básico na capital amazonense. Aproximadamente 300 pessoas compareceram à festa no Salão Rio Solimões, localizado no Palácio Rio Negro, no Centro de Manaus.

Mais de 70 produções jornalísticas foram inscritas nesta primeira edição do prêmio. “Foi um evento muito proveitoso, resultado de um ano de reportagens de alta qualidade sobre o saneamento básico em Manaus. Ficamos muito satisfeitos com a grande adesão dos jornalistas e com a discussão levantada pelos temas das reportagens”, destacou o diretor-presidente da Águas de Manaus, Diego Dal Magro.

Foram entregues premiações em sete categorias: Universitário, Impresso, Fotojornalismo, Telejornalismo, Webjornalismo, Radiojornalismo e o Grande Prêmio de Jornalismo – este último, para a reportagem que alcançou a maior pontuação em todas as categorias.

O Grande Prêmio foi para a jornalista Laíssa Carvalho, também vencedora em Telejornalismo, com a reportagem “Água: Fonte de Vida”, exibida na TV Norte em dezembro do ano passado. “Todo mundo que compôs a equipe fez um trabalho muito bonito. Todos foram repórter, produtor, cinegrafista, editor. O trabalho, do início ao fim, foi muito pensado e esse resultado só mostra o quanto o nosso trabalho merece ser reconhecido”, disse a jornalista.

Na categoria Fotojornalismo, Ricardo Oliveira (Revista Cenarium) foi o premiado, com a foto que ilustra a reportagem “Água Branca: Último Igarapé Limpo de Manaus Resiste ao Avanço da Urbanização”, de Ívina Garcia, que levou o troféu na categoria Webjornalismo. Em Impresso, Fabiane Nunes ganhou com a reportagem “Conservar as águas é da natureza de todos”, publicada no jornal A Crítica.

Gecilene Sales foi a escolhida na categoria Radiojornalismo, com a reportagem “Acesso à Água Potável”, veiculada na Rádio Rio Mar. Aluna da Universidade Nilton Lins, Karla Lima da Silva foi premiada na categoria Universitário, com a matéria “Água Branca: Conheça o único igarapé urbano considerado 100% limpo na capital amazonense”.

A próxima edição do prêmio deve ser lançada nos próximos meses. “Realizamos, pela primeira vez aqui em Manaus, um evento que já faz parte dos calendários de outras empresas do grupo Aegea. É importante colocar o saneamento básico na mídia, sempre de forma clara e compreensível para toda a população, e isso foi alcançado com êxito pelos jornalistas que participaram desta premiação”, afirma o diretor executivo da concessionária, Celso Paschoal.

Veja a lista de vencedores do Prêmio Águas de Manaus de Jornalismo Ambiental:

Categoria Universitário:
Vencedora: Karla Lima da Silva (Universidade Nilton Lins) – Água Branca: Conheça o único igarapé urbano considerado 100% limpo na capital amazonense

Fotojornalismo:
1° lugar – Sérgio Ricardo de Oliveira (Revista Cenarium) – Água Branca: Último igarapé limpo de Manaus resiste ao avanço da urbanização

2° lugar – Clóvis de Miranda Pereira (Jornal A Crítica) – Conservar as águas é da natureza de todos

3° lugar – Raphael Freire Alves (Estadão) – Seca no Amazonas afeta navegação e abastecimento – Foto em anexo

Impresso:
1° lugar – Fabiane Nunes de Morais (Jornal A Crítica) – Conservar as águas é da natureza de todos

2° lugar – Islânia Lima (Jornal A Crítica) – Inédito: Água tratada em área de palafita

3° lugar – Neidinha Maciel (Informativo Expresso Extra) – Águas de Manaus amplia produção de água em até 5 milhões de litros por dia para amenizar reflexos do “verão amazônico”

Radiojornalismo:
1° lugar – Gecilene de Aguiar Sales Cavalcante (Rádio Rio Mar) – Acesso à água potável garante dignidade e promove mudanças sociais

2° lugar – João Felipe Serrão Ferreira (Rádio Band News Difusora) – Desperdício de água: Entenda os impactos ambientais e humanos do saneamento

3° lugar – Victor Bruno Miranda Litaiff (Radio Encontro das Águas) – Saneamento no Beco Nonato

Telejornalismo:
1° lugar – Laíssa Rodrigues Ponce de Leão Carvalho (TV Norte) – Água: Fonte de Vida

2° lugar – Karla Adriemellyn Gomes Mendes (Rede Amazônica) – Série “Saneamento – Os desafios de um direito básico”

3° lugar – Jucélio Paiva da Silva (Rede Amazônica) – Saneamento básico: Direito de todos

Webjornalismo:
1° lugar – Ívina Rafaely Rodrigues Garcia Mendonça (Revista Cenarium) – Água Branca: Último Igarapé Limpo de Manaus Resiste ao Avanço da Urbanização

2° lugar – Simone de Souza Lima (Portal D24AM) – Poços artesianos perfurados sem critérios são risco à saúde e ferem legislação

3° lugar: Débora Martins Pinto (Portal Rede Onda Digital) – O acúmulo de lixo nos igarapés de Manaus desafia moradores atingidos pela poluição

Grande Prêmio Águas de Manaus de Jornalismo Ambiental:
Vencedora: Laíssa Rodrigues Ponce de Leão Carvalho (TV Norte) – Água: Fonte de Vida

Compartilhar:

Veja Também

POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS Saiba mais
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS

A Aegea busca garantir o mais alto nível de transparência e ética em suas atividades, e o seu compromisso também se estende ao tratamento...

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas de Manaus é responsável pelos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto de Manaus.

Teste de Formulário Saiba mais
Teste de Formulário

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.