Arquivo de julho 29America/Sao_Paulo 2021

Águas de Manaus conclui manutenção emergencial e realiza acordos com moradores no Novo Aleixo; abastecimento já está em normalização

Postado por Aegea Manaus em 29/jul/2021 - Sem Comentários

Manaus, 29 de julho de 2021 – A Águas de Manaus informa que concluiu, por volta das 16h desta quinta-feira, a manutenção emergencial em uma rede de grande porte na avenida Sávio Belota, no bairro Novo Aleixo, zona Norte de Manaus. A tubulação de 500 mm apresentou um vazamento no início da manhã.

O trabalho contou com a participação de uma força-tarefa de mais de 60 colaboradores da empresa.

O abastecimento de água tratada nos bairros afetados pelo serviço começou a ser normalizado às 16h e segue retornando gradativamente nos bairros afetados. Até o fim da noite, ele estará completamente recuperado em toda região. Os bairros impactados são: Águas Claras, Núcleo 15, Núcleo 16, Núcleo 2, Núcleo 3, Núcleo 4, Novo Aleixo II, Parque das Garças, Novo Aleixo I, Mutirão e São José dos Campos.

Os serviços para liberação da via devem ser concluídos no começo da noite.

PRONTA RESPOSTA– Desde que tomou conhecimento da ocorrência, a empresa mobilizou uma força-tarefa para resolver a situação.

Menos de uma hora após o vazamento, equipes de manutenção da concessionária já atuavam na correção do problema.

Em paralelo à manutenção, colaboradores da empresa percorreram as residências do local, para levantar danos e dar suporte aos moradores.

No total, seis residências foram afetadas. Todas já recebem assistência e terão a restituição de todos os danos materiais ocasionados pelo vazamento da rede.

“Tive um suporte muito positivo desde o início. As equipes da Águas de Manaus chegaram rapidamente aqui. Minha casa foi limpa ainda pela manhã e à tarde, já assinei o acordo. Só tenho a agradecer o empenho da empresa em resolver minha situação”, disse o vigilante Joel Pereira, 49, um dos moradores afetados pelo vazamento.

As causas da ocorrência serão apuradas pela empresa. “Vamos levantar o que causou o problema. Mas, o mais importante nesse caso é que resolvemos a situação por completo. Somos uma empresa que consegue mobilizar uma estrutura de manutenção pesada com rapidez. E assim, seguimos trabalhando diariamente para melhorar nossos serviços e garantir o abastecimento da população”, disse o gerente de serviços da Águas de Manaus, Felipe Poli.

A Águas de Manaus também reforça que qualquer ocorrência que necessite intervenção da empresa, deve ser registrada nos canais oficiais: SAC 0800-092-0195, WhatsApp 98264-0464, site aguasdemanaus.com.br e aplicativo Águas APP.

Águas de Manaus, Prefeitura e Governo celebram acordo de cooperação técnica para garantir agilidade nas vistorias de hidrômetros

Postado por Aegea Manaus em 27/jul/2021 - Sem Comentários

O Governo do Amazonas, por meio do Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM) e do Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM), em parceria com a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman), celebrou acordo de cooperação técnica com a Águas de Manaus, que tem como objetivo dar maior transparência nas verificações dos hidrômetros.

O acordo foi assinado na manhã de quarta-feira (21/07), no laboratório de hidrometria que funciona no complexo de produção de água da Ponta do Ismael, na Compensa, e teve a presença do diretor-presidente do Ipem, Márcio André Oliveira Brito; do diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe; do diretor-presidente da Ageman, Fábio Alho; do diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada; e do diretor executivo da concessionária, Diego Dal Magro.

O acordo vai facilitar as solicitações feitas pela população referentes às demandas registradas nos órgãos de defesa do consumidor ou diretamente na concessionária, tornando o processo mais ágil e eficiente, bem como os instrumentos que deverão ser encaminhados diretamente para a realização de pericias.

A nova medida também reforçará as garantias que os consumidores já possuem durante o processo. Com a parceria envolvendo a concessionária, o Procon-AM também receberá do Ipem-AM os resultados das perícias que comprovem eventuais falhas, evitando assim que o consumidor seja lesado.

“Estamos assinando mais um acordo de cooperação que, sem dúvida alguma, trará benefícios irreversíveis ao consumidor manauara. O objetivo é que os usuários do serviço da concessionária de água que procurarem o Procon-AM tenham não só seus direitos resguardados, mas, o mais importante, transparência nessa relação. As reclamações que chegam em relação à empresa são, em sua maioria, prontamente resolvidas e assim fortalecemos o Procon como intermediador dessa relação. Os contadores que forem contestados serão encaminhados à perícia pelo Ipem e assim poderemos garantir justiça, privilegiando o bom consumidor”, afirma o diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe.

Outra vantagem para o consumidor é a participação da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman), que poderá fiscalizar o cumprimento das obrigações dos serviços concedidos, como as denúncias recebidas relativas à legislação metrológica para conhecimento e providências por parte do Ipem-AM.

“Esse termo de cooperação garante a segurança na prestação do serviço para o usuário e o fortalecimento das ações que visam acima de tudo assegurar a confidencialidade ao cidadão atendido com abastecimento de água tratada”, aponta o diretor-presidente da Ageman, Fábio Alho.

O diretor-presidente do Ipem-AM, engenheiro Márcio André Brito, informou que, no prazo de 60 dias, o órgão fará a migração do laboratório de hidrometria, que passará a funcionar nas instalações do próprio órgão.

“O novo laboratório é fruto desse acordo, que contará com toda estrutura e padrões necessários para a garantia dos resultados das pericias. A orientação do governador Wilson Lima é que possamos dar maior transparência nas verificações dos hidrômetros e facilitar o acesso aos resultados das pericias, garantindo que o consumidor seja cobrado de forma justa e não tenha prejuízo na sua fatura”, disse Márcio Brito.

 

 

 

Hidrômetro – É utilizado para medir e registrar o volume de água consumido por um imóvel, residencial ou comercial. Por se tratar de um instrumento regulamentado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), ele precisa ser verificado periodicamente pelo Ipem-AM.

Atualmente, a concessionária Águas de Manaus realiza uma média de 50 testes de aferição por mês. Os testes são divididos em três etapas e os clientes que solicitam o serviço podem acompanhar todo o processo. Técnicos do Ipem-AM também participam dos ensaios, e um laudo é gerado.

No ano passado, um valor inferior a 2% dos hidrômetros testados apresentou problemas, os quais muitas vezes estão relacionados ao tempo de utilização, local de instalação ou defeito de fabricação. Quando isso acontece, a concessionária corrige a situação e dá todo suporte necessário ao cliente.

Para o diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada, o acordo de cooperação técnica vem ao encontro da postura da concessionária de ter uma melhor relação com a cidade.

“A Águas de Manaus é uma empresa que busca constantemente a melhoria de seus serviços. Estamos sempre dispostos a propor soluções para qualquer tipo de demanda de nossos clientes. As parcerias com órgãos de defesa do consumidor, como o acordo de cooperação que assinamos hoje com o Ipem-AM, nos ajudam a construir uma relação mais transparente com a cidade e beneficiando a população em geral”, observou Thiago Terada.

Atendimento aos consumidores – Para solicitar o serviço de verificação de hidrômetros, os consumidores devem entrar em contato com a Ouvidoria do Ipem-AM, por meio do telefone 0800 092 2020, ou no Fale Conosco disponível no site: www.ipem.am.gov.br. O órgão está localizado na avenida Governador Danilo Areosa, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

Os consumidores também podem se dirigir de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, a um dos “Espaços do Consumidor”, localizados nas unidades do Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs) do Parque 10, nas instalações do Shopping Parque 10 Mall, e PAC Leste, no Shopping Cidade Leste.

O atendimento do Procon-AM é realizado de segunda a sexta, das 8h às 14h, na sede do órgão, localizada na avenida André Araújo, 1.500, bairro Aleixo, zona centro-sul de Manaus.

A concessionária Águas de Manaus também está à disposição dos clientes em seus canais oficiais de relacionamento, que funcionam 24 horas por dia. São eles: SAC 0800-092-0195, WhatsApp 98264-0464, site aguasdemanaus.com.br e aplicativo Águas APP.

Com 50 vagas e possibilidade de contratação, inscrições para o projeto “Jovens Pioneiros” são prorrogadas até sexta-feira (30)

Postado por Aegea Manaus em 27/jul/2021 - Sem Comentários

Programa da Águas de Manaus oferece capacitação gratuita em saneamento básico e vagas de menor aprendiz para alunos do ensino médio

 

Alunos de até 23 anos que estejam cursando o Ensino Médio na rede pública de Manaus podem se inscrever gratuitamente, até sexta-feira (30), no projeto “Jovens Pioneiros”, que é promovido pela Águas de Manaus.  A proposta é que o estudante realize uma “imersão” na concessionária e desenvolva um projeto de saneamento básico voltado para a realidade do local onde mora.

Na edição deste ano, são oferecidas 50 vagas para os estudantes. Parte delas é voltada para indígenas, imigrantes e afrodescendentes. Os selecionados terão aulas às terças e quintas, no período da tarde, onde se aprofundarão em temas como mercado de trabalho e saneamento, além dos cursos de formação disponibilizados pela Academia Aegea, plataforma de capacitação dos colaboradores da concessionária. Além de vivenciar o dia a dia da empresa, os participantes do Jovens Pioneiros terão a mentoria de gestores da Águas de Manaus ao longo do processo.

Os alunos que se destacarem com o projeto de conclusão do curso e tiverem 75% das presenças nas atividades do Jovens Pioneiros, serão contratados em outro programa da concessionária, o “Jovem Aprendiz”, onde passam a ser, de fato, colaboradores da empresa. Todos os participantes do projeto, que atenderem a média de frequência e apresentarem o projeto, terão direto ao diploma, a ser entregue em formatura.

Inscreva-se!

Para participar, o estudante deve estar matriculado e frequentando as aulas do Ensino Médio em escola da rede pública na capital, ter entre 15 e 23 anos e disponibilidade no período da tarde para as aulas e visitas técnicas do projeto.

BAIXE A FICHA DE INSCRIÇÃO AQUI

 

Atendendo aos requisitos, o aluno deve gravar um vídeo de até 1 minuto falando seu nome completo, bairro e explicando porque quer participar do Jovens Pioneiros. Além disso, ele deve preencher a ficha de inscrição com os dados pessoais e comprovante de vínculo com a escola, e enviar até o dia 30 de julho de 2021, para o WhatsApp (92) 99417-4566. Os selecionados serão anunciados nas próximas semanas.

Para o gerente de Responsabilidade Social, Semy Ferraz, a edição deste ano já é um sucesso, dado o número de inscritos, e isso só confirma o compromisso da concessionária com a cidade.

“Estamos com muitas inscrições, mas ainda não encerramos, então, há chances para todos os alunos que querem vivenciar conosco esse momento único. A concessionária abre suas portas para jovens com a oportunidade de dar a eles, além do conhecimento, a formação reflexiva, fortalecimento socioeconômico, pensamento crítico e fomentarmos a frequência escolar a fim de evitar a evasão. É uma oportunidade do despertar de novos talentos e isso nos alegra”, disse Semy.

Prêmios

Durante a formação, o aluno terá a mentoria de colaboradores da concessionária para elaborar um projeto que vai beneficiar sua comunidade com melhorias. Esse trabalho de conclusão será avaliado por um corpo técnico da Águas de Manaus, que escolherá os três melhores e o primeiro lugar será indicado para a etapa Nacional do Prêmio Inovação da Aegea – categoria Jovens Pioneiros, representando a companhia.

Na etapa nacional, o aluno disputa a premiação com jovens de todo o Brasil, e seu projeto será avaliado por outra banca, da Aegea, holding que controla a Águas de Manaus, e conforme a situação da pandemia, o finalista poderá ir à São Paulo, participar da cerimônia de premiação.

CLIQUE AQUI PARA SUBMETER SUA INSCRIÇÃO

Moradores de bairros da Zona Norte recebem pacote de obras para melhoria no abastecimento de água tratada

Postado por Aegea Manaus em 26/jul/2021 - Sem Comentários

Concessionária lança programa que vai atuar em áreas de expansão da cidade. Objetivo é garantir o acesso desses moradores à água tratada de qualidade

 

 

Mais investimentos e melhorias para mais moradores. Em 10 anos, segundo dados projetados e divulgados em 2020 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), Manaus teve um crescimento de mais de 25% em sua população, ultrapassando os 2,2 milhões de habitantes. Ainda segundo o órgão, a zona Norte é a região mais populosa da cidade.

Com o objetivo de acompanhar o crescimento populacional da cidade e dar mais qualidade de vida e saúde para os moradores, a Águas de Manaus iniciou o programa “+ ÁGUAS” – uma força-tarefa com várias frentes de obras para garantir o abastecimento regular e solucionar as ocorrências de falta d´água em bairros e comunidades de todas as zonas da cidade.

As obras da primeira fase do projeto já estão acontecendo e vão beneficiar diretamente os moradores da zona Norte, beneficiando aproximadamente 200 mil moradores da região. Estão previstas 58 intervenções em vários pontos de grande fluxo, além da implantação de mais de 10 mil metros de rede de água tratada com tubulações que vão de 60 a 500 milímetros de diâmetro. O investimento inicial de R$ 11 milhões até dezembro deste ano.

 

Monte das Oliveiras– O bairro Monte das Oliveiras é um dos contemplados e há cerca de três semanas, recebe as intervenções das equipes técnicas da concessionária para garantir o fornecimento regular de água. As obras devem entrar em funcionamento ao longo do semestre, beneficiando mais de 72 mil moradores. Ao todo, quase 7 mil metros de rede de água serão construídos no bairro, além de 14 interligações de redes novas com as já existentes.

Os investimentos no Monte das Oliveiras contemplam ainda o reforço na infraestrutura de abastecimento. Entre elas, está a instalação de telemetria, que gerará dados com o status em tempo real de poços tubulares profundos e atualização do parque de macromedidores de água, que vai auxiliar no controle sobre o índice de desperdício de água na área. A região ainda ganhará novos poços e de bombas para triplicar a vazão do sistema Monte das Oliveiras, que após as intervenções, poderá distribuir mais de 220 mil litros de água por hora.

 

Cidade de Deus– No bairro Cidade de Deus, as obras também avançam e mais de 600 metros de redes estão sendo construídas, além de três interligações e a substituição de bombas que irão melhorar a distribuição de água tratada no bairro. Com população maior que 86 mil, vários conjuntos que estão interligados ao Sistema de Abastecimento serão beneficiados, entre eles, o Aliança com Deus, Viver Melhor, Alfredo Nascimento e outros.

 

José Bonifácio– Abastecida pelo sistema hidráulico da Colônia Santo Antônio, a comunidade José Bonifácio, também na zona Norte da capital, é outra contemplada com as intervenções do “+ ÁGUAS”. Serão mais de 1600 metros de rede e 2 interligações entre redes implantadas na região, que vão beneficiar diretamente os mais de 19 mil moradores do local, solucionando as intermitências no fornecimento de água tratada.

+ ÁGUAS – A expectativa é de que, com o avanço das obras, a população perceba nas torneiras o empenho da concessionária em melhorar o abastecimento em uma das regiões com maior crescimento populacional. Os Investimentos em infraestrutura e tecnologia para modernizar o sistema vão proporcionar mais dignidade e qualidade de vida para os moradores.

“Estamos investindo inicialmente mais de R$ 11 milhões no + ÁGUAS. São mais de 15 quilômetros de extensão de redes e interligações para melhorarmos o abastecimento na Zona Norte. Com isso, seguimos empenhados e acompanhando o crescimento exponencial que Manaus tem tido nos últimos anos. E assim, levamos mais saúde para nossa população através da água tratada”, disse o gerente de operações da Águas de Manaus, Diogo Freitas.

As ações no Monte das Oliveiras, José Bonifácio e Cidade de Deus, todos na Zona Norte, vão se somar a uma série de intervenções que serão realizadas por toda a cidade. Até o final do ano outros bairros e outras zonas, também terão obras para melhoria no sistema de abastecimento de água tratada.

 

 

Obra vai garantir água tratada para mais de 18 mil moradores das Comunidades Coliseu I, II e III, na zona Leste

Postado por Aegea Manaus em 22/jul/2021 - Sem Comentários

Novo sistema de abastecimento começou a ser construído nesta semana e vai implantar tubulações de água em comunidade criada há oito anos

 

Mais de 18 mil moradores das comunidades Coliseu I, II e III, na zona Leste de Manaus, vão passar a receber água tratada em suas torneiras no segundo semestre deste ano. A concessionária Águas de Manaus iniciou nesta semana as obras do novo sistema de abastecimento que vai garantir água 24h por dia na região.

Além de acompanhar o ritmo de expansão da cidade, o trabalho vai garantir maior qualidade de vida para quem reside no local. Estão sendo construídos 15 mil metros de tubulações de água tratada, além de toda infraestrutura necessária para que as mais de 3.500 famílias residentes nas três comunidades possam utilizar a água produzida pela concessionária.

A previsão é que o novo sistema de abastecimento entre em operação ainda neste semestre. “Estamos muito felizes por contemplar mais uma comunidade de Manaus com água tratada. Nossas equipes já estão trabalhando diariamente nas ruas da comunidade Coliseu para garantir que, até o fim do ano, os moradores daqui possam contar com nossos serviços. Todo investimento feito para levar água tratada para novas regiões, também é um investimento na saúde da população de Manaus”, observou o diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada.

 

Realização – As comunidades Coliseu I, II e III existem há cerca de oito anos. Como nasceram de ocupações, a atual estrutura de abastecimento do local não é regular.

Para conseguir água, os moradores recorrem a poços artesianos particulares e redes de abastecimento que foram construídas sem padronização, e que ficam expostas nas ruas. “Moro aqui há seis anos e já sofri muito para conseguir água para minhas atividades. Já tive que furar cacimba e carregar muito balde por essas ruas. Hoje, a estrutura está um pouco melhor, com os poços particulares, mas ainda não é o ideal. Ainda há pessoas que armazenam água da chuva, para ter o mínimo possível em casa. Saber que em breve, vou poder abrir uma torneira e ter água a hora que eu quiser em casa é a realização de um sonho”, contou a doméstica Duzângela Pinheiro, moradora da Coliseu.

As redes que começaram a ser implantadas pela Águas de Manaus nesta semana seguem todos os padrões para que a água possa chegar com qualidade potável até os moradores. As comunidades serão abastecidas por interligações que serão feitas no Sistema Hidráulico do Jorge Teixeira.

A concessionária também vai cadastrar os moradores das comunidades Coliseu I, II e III na Tarifa Social, benefício que concede 50% de desconto no valor das faturas. A empresa também vai realizar ações para orientar o consumo consciente na comunidade, incentivando o uso correto da água nas atividades diárias dos moradores.

 

Novo sistema de abastecimento da comunidade Coliseu deve entrar em operação até o fim do ano, beneficiando uma parcela da população que não tinha acesso a água tratada de qualidade

 

Expansão– Ao longo de 2021, a Águas de Manaus tem investido em melhorias para levar água tratada a locais que não contavam com estrutura de abastecimento regular. Em fevereiro, as comunidades Parque das Tribos e Cristo Rei receberam um sistema hidráulico, que garantiu água para mais de 3.500 moradores. Já em junho, foi entregue o sistema de abastecimento do Tarumã, que possui 27 km de redes, três poços tubulares profundos e um reservatório para fornecer água para mais de 20 mil moradores na zona Oeste da capital.

Cozinha comunitária no Valparaíso passa a ser abastecida com água tratada e comunidade do entorno é beneficiada com Tarifa Social

Postado por Aegea Manaus em 16/jul/2021 - Sem Comentários

 

Obra feita pela concessionária garante abastecimento em área que não possuía redes regulares. Famílias vizinhas também passaram a receber água tratada em casa

Criada há quase dez anos, a cozinha comunitária do Valparaíso, na zona Leste de Manaus, distribuiu diariamente mais de 250 refeições gratuitas para pessoas em situação da vulnerabilidade social. O trabalho é essencial para os moradores de uma das regiões com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da cidade.

Horas antes de abrir as portas, já é possível ver a fila se formando do lado de fora da cozinha. As crianças costumam marcar seus lugares com os chinelos, enquanto brincam na rua e aguardam aquela que muitas vezes é a única refeição garantida do dia. A estrutura do local é gerida pela Prefeitura de Manaus, através da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

A parte mais alta da rua Paracanaxi, onde a cozinha está localizada, é uma área de ocupação recente e por isso, não contava com estrutura regular de abastecimento de água tratada. Assim, o estabelecimento utilizava um poço artesiano particular da região para obter água e produzir os alimentos. Há dois meses, porém, o poço parou de funcionar e de fornecer água para a cozinha. O problema deixou o local sem funcionar por quase uma semana, impactando diretamente a vida de quem depende do almoço fornecido gratuitamente. “Era algo desesperador ver as pessoas nos procurarem aqui e não termos comida para oferecer. Estamos em uma região muito carente da cidade, onde as pessoas muitas vezes têm apenas a refeição que fornecemos para se alimentar”, contou Jéssica Girão, coordenadora da cozinha do Valparaíso.

Assim que a demanda chegou ao conhecimento da Águas de Manaus, carros-pipas passaram a ser enviados diariamente ao local para abastecer a caixa d´água da cozinha. A doação de alimentos para a comunidade retornou. Como uma das características da empresa é ter um olhar diferenciado para a população mais vulnerável, a concessionária também trabalhou, paralelamente, em uma solução definitiva para a questão.

Após mapear as ruas vizinhas da cozinha, a Águas de Manaus implantou mais de 1.200 metros de novas tubulações de água tratada na região, além de 80 ligações individuais. Com isso, além de garantir água tratada 24h por dia para a cozinha comunitária, o trabalho beneficiou mais de 400 moradores do Valparaíso. “Identificamos que essa era uma região do Valparaíso que não tinha infraestrutura de abastecimento. Montamos um projeto para atender a comunidade e conseguimos executar as obras nas últimas semanas. Agora, tanto a cozinha quanto os moradores da região contam com nossos serviços. A cidade está em expansão constante e temos feito os investimentos necessários para acompanhar esse ritmo garantir que todos tenham acesso a água tratada”, disse Felipe Poli, gerente de serviços da concessionária.

Cozinha produz e serve mais de 200 refeições por dia, em uma das localidades mais vulneráveis da capital

A comunidade aprovou a ação. “Posso dizer, em nome de todos aqui, que estamos muito felizes e agradecidos por essa obra. Dependemos de água para todas as nossas atividades. O que começou como um problema há dois meses, acabou virando um benefício para todos graças a esse trabalho”, reforçou a coordenadora da cozinha, Jessica Girão.

Todos os moradores contemplados com a extensão de rede no Valparaíso ainda foram cadastrados na tarifa social, que garante 50% de desconto nas faturas de água. Atualmente, mais de 65 mil famílias da cidade recebem este benefício. Desde que passou a atuar na cidade, a Águas de Manaus ampliou em mais de 220% o número de beneficiários da tarifa social.

 

Agora, cozinha do Valparaíso possui água tratada 24h por dia. Além disso, comunidade inteira foi beneficiada com redes de abastecimento e tarifa social

 

EXPANSÃO – Em três anos de trabalho na cidade, a Águas de Manaus tem investido em melhorias para levar água a locais que não contam com abastecimento regular. Neste ano, dois sistemas hidráulicos de abastecimento foram inaugurados na região do Tarumã, beneficiando mais de 23 mil moradores das comunidades Parque das Tribos, Cristo Rei, Parque Riachuelo I, II, Portal Tarumã e Parque Solimões. Nesta semana, a empresa vai iniciar as obras de um novo sistema, que abastecerá as Comunidades Coliseu I, II e III, na zona Leste de Manaus.

Além disso, o programa “Vem Com a Gente”, que está passando por todos os bairros da cidade, realiza extensões de rede em locais como becos, palafitas e áreas de rip-rap, garantindo água tratada em locais que não contavam estrutura regular. Já foram implantados mais de 83 mil metros de redes de água na cidade nestas regiões de vulnerabilidade, beneficiando mais de 80 mil pessoas.

 

Trabalho realizado no Valparaíso tem se repetido em várias partes de Manaus, garantindo água tratada para localidades que não possuíam redes de abastecimento regular 

INSCREVA-SE AQUI: Águas de Manaus abre 50 vagas para alunos da rede pública em capacitação gratuita. Participantes podem ser contratados pela empresa

Postado por Aegea Manaus em 09/jul/2021 - Sem Comentários

 

 

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A FICHA DE INSCRIÇÃO

 

O projeto “Jovens Pioneiros” recebe inscrições até o dia 28 de julho. Alunos de Ensino Médio da rede pública podem participar do programa e ter a chance de disputar uma premiação nacional

 

Com o objetivo de estimular estudantes de escolas públicas a pensar de forma inovadora e propor soluções para o saneamento básico em suas comunidades, a 3ª edição do Projeto Jovens Pioneiros, promovido pela Aegea, holding que controla a concessionária Águas de Manaus, está com inscrições abertas a partir desta segunda-feira (12).

Além de uma “imersão” no saneamento, o projeto tem como objetivo aprofundar o conhecimento dos jovens sobre o mercado de trabalho e a atuação em diferentes profissões. Os alunos que tiveram 75% de presença nas atividades e apresentarem os projetos de conclusão do curso serão contratados pela Águas de Manaus em outro programa da companhia, o “Jovem Aprendiz”.

Ao todo, 50 vagas são disponibilizadas para alunos da rede pública de Manaus no Jovens Pioneiros. Para contemplar a diversidade presente na cidade, esta edição também terá cotas de seleção para filhos de indígenas, refugiados e afrodescendentes. As aulas acontecerão no período da tarde.

Os selecionados pelo “Jovens Pioneiros” terão a oportunidade de vivenciar o dia a dia da concessionária, aprendendo mais sobre a dinâmica de serviços como tratamentos de água e esgoto. Com treinamentos online e presenciais, os alunos vão interagir com participantes de outros estados e realizar atividades de campo, seguindo as orientações dos órgãos sanitários, por conta da pandemia de Covid-19. Além disso, os Jovens Pioneiros ainda recebem mentorias e acesso liberado a cursos da plataforma Academia Aegea, que é utilizada pela companhia para capacitar seus colaboradores.

Inscrições – Para participar, o aluno precisar estar cursando o Ensino Médio em escola da rede pública em Manaus, ter entre 15 e 23 anos. Os interessados precisam preencher uma ficha com os dados pessoais, que está disponível aqui: CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A FICHA DE INSCRIÇÃO

 

O candidato também deve gravar um vídeo de até 1 minuto, informando o nome, o bairro e explicando porque merece participar do Projeto Jovens Pioneiros. A ficha de inscrição preenchida e o vídeo deve ser enviado para o WhatsApp (92) 99417-4566, até o dia 28 de julho de 2021.

Para o gerente de responsabilidade social da Águas de Manaus, Semy Ferraz, o Projeto Jovens Pioneiros reflete o compromisso da concessionária com a cidade e é um estímulo ao pensamento crítico dos estudantes. “Queremos contribuir para a reflexão, fortalecimento socioeconômico, frequência escolar, de modo a evitar a evasão. E além disso, estimular estudantes a pensar soluções para melhoria e qualidade de vida nas localidades que estão inseridos. Podemos, inclusive, despertar novos talentos para o saneamento básico de Manaus a partir dessa ação do Pioneiros”, disse Semy.

Premiações – Ao término do período de formação, os alunos apresentam seus projetos de conclusão de curso a um comitê de executivos da concessionária, que escolherá os três melhores. Gerentes, coordenadores e supervisores serão os tutores dos jovens na elaboração do projeto, que terá o “desafio” de solucionar um problema de saneamento básico do seu bairro ou comunidade.

O melhor projeto da etapa local vai concorrer ao Prêmio Inovação da Aegea-categoria Jovens Pioneiros, que é realizado em nível nacional, com alunos de todo o país. Na edição do ano passado, a manauara Marcela Meireles Leocádio, de 18 anos, conquistou o segundo lugar na etapa Nacional, com o projeto “Renovando a interação entre as comunidades locais e suas Estações de tratamento de esgoto (ETE´s)”, com um projeto que sugere que materiais como garrafas pet e pneus, geralmente descartados na natureza e demoram anos para se decompor, sejam utilizados na estrutura dos novos espaços comunitários.

Cinco empreendedoras de Manaus terão suas histórias de vida e de superação contadas em livros

Postado por Aegea Manaus em 08/jul/2021 - Sem Comentários

Selecionadas do projeto “Biografias Colaborativas“ se encontraram pela primeira vez na manhã desta quinta-feira. Elas vão passar por série de capacitações e receberão R$ 10 mil para investir em seus negócios

 

 

 

Vanda, Rute, Michele, Maíse e Chay. Cinco mulheres empreendedoras de Manaus que terão suas histórias inspiradoras de vida, força e superação contadas em livros. Elas superaram a concorrência de mais de 70 inscritas e foram as cinco selecionadas para participar do projeto “Biografias Colaborativas”, do Ministério do Turismo, que está sendo promovido pela concessionária Águas de Manaus na cidade.

 

O Biografias vai transformar a vida dessas mulheres. Além dos livros, elas terão a oportunidade de capacitações especializadas e de um aporte de R$ 10 mil para impulsionar ainda mais os próprios negócios. Na manhã desta quinta-feira (08), as cinco selecionadas se encontraram fisicamente pela primeira vez e foram recepcionadas pelo diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada. Elas tiveram a oportunidade de interagir, trocar experiências e iniciar as capacitações em empreendedorismo.  “A gente fica muito feliz por poder contar as histórias dessas mulheres, por meio do projeto Biografias Colaborativas. Quero parabeniza-las pela vitória na etapa de seleção. Nosso objetivo é dar visibilidade para que as histórias delas inspirem outras pessoas na cidade”, pontuou o diretor-presidente da concessionária.

 

Ao longo do mês de julho, as biografadas vão passar por um processo de capacitação, coordenado pela associação Zagaia Amazônia, que também é parceira do projeto. As cinco empreendedoras receberão orientações para melhorar a gestão de seus negócios, além de seguirem com as próximas etapas do processo de criação e edição dos livros, ensaios fotográficos e mentorias.

 

Vitoriosas

Vanda entregou um presente ao diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada

 

Vanda Ortega é ativista indígena, tem 33 anos, técnica de enfermagem e costureira. Ele pretende investir o valor do prêmio na estruturação de um ateliê de roupas, para que a identidade do povo Witoto seja evidenciada nas peças produzidas. “Meu sentimento é de gratidão, por todos esses desafios que temos vivenciado. Participar do Biografias Colaborativas é um motivador pra gente pode sonhar novamente”, disse.

 

Rute Lima tem uma história de vida de muita superação, que agora, será transformada em um livro

 

Rute Ferreira Lima tem 41 anos e é advogada. Ela teve uma reviravolta na vida quando sofreu um acidente de carro e precisou amputar uma de suas pernas. Hoje, ela é empreendedora do ramo ambiental, onde atua como consultora e pretende, com o prêmio, investir nessa área de atuação. “A Águas de Manaus está dando sua contribuição social e isso é muito importante. Eu vejo o trabalho de vocês junto às comunidades e principalmente o de ouvir o cidadão e estar mais perto e isso se representa aqui no Biografias Colaborativas. Fico muito feliz em ter sido selecionada”, conta.

 

Michele é chef de cozinha e pretende investir o valor obtido no projeto Biografias Colaborativas em um negócio próprio

 

Michelle Leite tem 34 anos e mora do bairro Aliança com Deus, zona Norte. É chef de cozinha e se realiza na culinária, ramo que empreende e onde deseja aplicar os recursos que serão obtidos junto ao projeto Biografias. “Perdi minha mãe para o câncer em 2018 e a partir daí eu fui buscando a superação. Toda essa história vamos contar no livro. Agradeço a empresa por me escolher para mais esse projeto”, disse.

 

Maíse tem uma escola de dança e quer inspirar novas mulheres com sua história de vida

 

Maíse Regina da Silva Ribeiro tem 53 anos, moradora do bairro Chapada, zona Centro-Sul. É bailarina, coreógrafa e professora de dança do ventre e pretende, com o projeto, investir em sua escola de dança, localizada no mesmo bairro em que mora. “Eu trabalho com mulheres 24 horas por dia e cada história que ouço é surpreendente. Pra mim, enquanto proprietária de um escola, em meio a pandemia, foi muito difícil, mas minhas alunas continuaram comigo e quero poder inspirar outras mulheres com minha história”, afirmou.

 

Chay Santos faz sucesso nas redes sociais e pretende que sua história de vida motive mulheres a encarar qualquer desafio

 

Chay Santos tem 31 anos e é publicitária, produtora de editorial de moda e tem uma agência, onde pretende investir os recursos obtidos no Biografias Colaborativas. “Que experiência incrível, um livro, vou contar minha história, junto com mulheres incríveis e eu só quero agradecer pela oportunidade”, pontuou.

 

Livros-  Cada uma das cinco mulheres selecionadas vai contar com biógrafas exclusivas, com as quais compartilharão suas histórias de vida, iniciando o processo de captação para confecção do livro. O lançamento das obras está previsto para o fim do ano e será disponibilizado para venda em livrarias e site. Os valores referentes aos direitos autorais da venda dos livros serão repassados para as biografadas.

 

Em convergência de mídias, o último capítulo será em branco, pois a renda das vendas será direcionada ao negócio de cada empreendedora. Assim, essas histórias inspiradoras continuarão sendo escritas a muitas mãos. Desta vez, com a participação do leitor que incentivar o projeto.  Os capítulos finais dos livros serão disponibilizados no site do projeto – um mês após o lançamento – para os leitores que adquirirem os exemplares.

 

O projeto Biografias Colaborativas é apresentado pelo Ministério do Turismo, através da Lei de Incentivo à Cultura, patrocinado pela Águas de Manaus, idealizado pela NBS SoMa, com realização da Sagre Consultoria, Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo.