Arquivo de setembro 30America/Sao_Paulo 2021

Em Manaus, comunidades vulneráveis recebem 100 quilômetros de novas redes de água tratada. Locais passaram décadas sem o serviço

Postado por Aegea Manaus em 30/set/2021 - Sem Comentários

 

 Trabalho desenvolvido pela concessionária já beneficia mais de 110 mil moradores de locais como becos, áreas de palafita, rip-rap e ocupações recentes

 

 

Nos onze anos em que reside no Beco Traíra, no bairro Jorge Teixeira, a comerciante Maria de Lira, 61, perdeu as contas de quantas vezes enfrentou transtornos para usufruir de um direito essencial para todo ser humano: ter água tratada em casa.

 

Até o início do mês, a realidade de dona Maria e dos mais de 1000 moradores da localidade era dedicar parte do dia para buscar água em cacimbas poluídas à beira de um trecho do igarapé do Mindu, ou depender de tubulações irregulares. “Nem sempre eu conseguia comprar um garrafão de água. Aí, o jeito era sair pedindo dos vizinhos um pouco de água para beber. Passei muitos anos nesse sofrimento”, contou Maria.

 

Histórias como a de dona Maria ainda são encontradas nas regiões mais vulneráveis de uma metrópole como Manaus. Como a cidade ainda cresce em um ritmo muito acelerado, inúmeras áreas de ocupação se formaram sem a infraestrutura adequada.

 

 

dona Maria agora tem água tratada disponível 24h em sua residência, no beco Traíra, localizado no Jorge Teixeira

 

A concessionária Águas de Manaus desenvolve um trabalho voltado para levar água tratada até essas regiões, implantando toda infraestrutura para o abastecer em locais que nunca contaram com o serviço regular. Nesta semana, a ação da empresa chegou a marca de 100 mil metros de redes de abastecimento instaladas em comunidades. Mais de 110 mil moradores já foram beneficiados com a chegada da água tratada em suas residências. Somente em 2021, bairros nas zonas Norte, Sul, Oeste e Leste receberam as equipes da empresa.

 

O local onde o 100º quilômetro de tubulação foi implantado é justamente o beco Traíra, onde dona Maria e a vizinhança estão desfrutando de uma nova realidade. “Mudou tudo para melhor. A água é muito boa e chega bem forte na torneira. Deixar de andar sofrendo atrás de uma garrafa de água para beber é uma vitória”, conta a comerciante.

 

TARIFA SOCIAL – Além da água tratada, a concessionária também garante a Tarifa Social Manauara para todos os moradores contemplados com as novas redes de água. O benefício garante 50% de desconto nas faturas. Para a doméstica Laura Elisário, moradora do Jorge Teixeira, a tarifa é acessível e traz tranquilidade. “Eu gastava mais de R$ 20 por semana só pra ter um pouco de água limpa. Com a tarifa social, pago um valor justo e tenho água para todas as minhas atividades na hora que eu preciso”, conta.

 

 

Carol valoriza o comprovante de residência que passou a ter desde que a Águas de Manaus chegou na Comunidade Santa Inês

 

Em boa parte das regiões em que a Águas de Manaus atuou nos últimos três anos, a fatura de água também se transformou no primeiro comprovante de residência. “Toda vez que me pediam um comprovante, tinha que emprestar de um comércio lá na rua principal. Hoje, esse sufoco acabou. Foi um benefício que chegou junto com a água na minha torneira. Para muitos, pode ser apenas um papel. Mas, sei o valor que isso tem”, destaca Carol Andrade, da comunidade Santa Inês.

 

Para o diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada, o trabalho em regiões vulneráveis tem um valor que vai além da chegada do serviço. “Estamos levando saúde, dignidade e garantindo um direito básico para a população. Encontramos famílias que estavam há quatro décadas nestas áreas, sem o serviço de água. Hoje, elas são gratas por coisas simples, como poder tomar um banho de chuveiro. Isso é imensurável”, afirmou.

MANUTENÇÕES EMERGENCIAIS – Falta de Energia Elétrica

Postado por Aegea Manaus em 29/set/2021 - Sem Comentários

Manaus, 29 de setembro de 2021 – A Águas de Manaus informa que, devido a falta de energia elétrica em vários pontos de Manaus na manhã desta quarta-feira (29), alguns sistemas de abastecimento de água da cidade foram afetados. Por isso, bairros das zonas Norte e Oeste apresentam oscilações no serviço de água.

As equipes da concessionária estão atuando nas manutenções elétricas emergenciais das unidades afetadas no período da tarde de hoje. A previsão é que o abastecimento de água esteja completamente normalizado no período da noite.

A Águas de Manaus segue disponível 24h por dia para dúvidas ou solicitação de qualquer tipo de serviço, nos canais SAC 0800-092-0195 ou WhatsApp 98264-0464.

Bairros afetados:

Boas Novas | Cidade Nova II | N Sra Perpétuo Socorro | Renato Souza Pinto II | Riacho Doce I | Riacho Doce II | Riacho Doce III | Núcleo 10 | Núcleo 11 | Núcleo 12 | Núcleo 13 | Núcleo 14 | Núcleo 5 | Núcleo 6 | Núcleo 7 | Núcleo 8 | Núcleo 9 | Fazendinha | Vila Real | Américo Medeiros | Campo Dourado | Conj Sergio Pessoa Neto | Osvaldo Frota | Ribeiro Junior | Aliança com Deus | Conj Galileia I | Conj GalileiaII | Nova Cidade | Raio de Sol | Conj Omar Aziz | Conj Américo Medeiros | Conj Canaranas | Parque Eduardo Braga | Conj Francisca Mendes | Viver Melhor I segunda etapa | Parque das Tribos | Vista Alegre | Vera Cruz | Parque Sta Etelvina | União da Vitoria | Santa Etelvina I | Santa Etelvina II | Cond Smart Tapajós | Manauara| Jesus Me Deu | Midea | Cond. Vista Torquato| Valparaiso | Morro da Catira | Comunidade Sta Barbara | Lírio do Vale I | Nova Esperança | Conj Alphaville | Conj Ayapuá | Conj Itaporanga II | Conj Vila Verde I | Conj Vila Verde II | Jardim das Américas | Jardim Europa | Resid. Turim | Santo Agostinho e Ponta Negra.

São José Operário e Zumbi dos Palmares recebem melhorias no sistema de abastecimento de água e atendimento de porta em porta a partir dessa semana

Postado por Aegea Manaus em 28/set/2021 - Sem Comentários

Programa “Vem com a Gente” vai percorrer todas as ruas dos dois bairros na Zona Leste, mapeando pontos para melhorias e executando serviços da concessionária

 

As melhorias seguem avançando por toda a cidade. Moradores do Zumbi dos Palmares e do São José Operário, na zona Leste, recebem as benfeitorias do programa Vem Com a Gente (VCG) da Águas de Manaus, a partir dessa semana. As equipes da concessionária, devidamente uniformizadas, percorrerão todas as ruas do bairro, executando serviços como o de extensão de redes de água tratada, vistorias, substituição de hidrômetros e muito mais.

Para dar mais comodidade aos moradores que necessitarem de serviços da Águas de Manaus, serão instalados pontos de atendimento itinerante em duas áreas estratégicas do bairro. Neles, será possível realizar serviços como negociação de débitos, mudança de titularidade, religação de água, cadastro na Tarifa Social e outros.

Os Pontos de Atendimento funcionam de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h, nos seguintes endereços:

  • Escola Estadual Antonio Nunez Jimenez (Estacionamento) – Rua Antenor Cavalcante, s/n, bairro Zumbi dos Palmares;
  • Escola Municipal Antonina Borges de Sá (Estacionamento) – R. Penetração II, nº 5 – bairro São José Operário. E por lá, a população terá à disposição, o serviço Pague Fácil, para pagamento da fatura de água utilizando o cartão de débito, crédito ou dinheiro.

Para Carlos Bittencourt, coordenador do Programa Vem com a Gente, as melhorias avançam por mais áreas da zona Leste da cidade.

“Estamos avançando com as melhorias na Zona Leste. Concluímos nosso trabalho no Coroado e seguimos para o São José e Zumbi. A partir de agora, nossas equipes estarão nas ruas para ouvir os moradores e buscar soluções para cada caso encontrado. Percorremos mais bairros em todas as zonas da cidade e temos exemplos de sucesso, principalmente nas regiões de becos e palafitas que não possuíam abastecimento regular e agora contam com os nossos serviços”, pontua.

EM TODA CIDADE – O programa Vem Com a Gente já passou por cerca de 400 mil imóveis, beneficiando mais de 1,4 milhão de pessoas na cidade. Até o fim de 2022, o programa deve concluir as visitas em todos bairros da cidade.

Ao chegar no bairro, as equipes do VCG vão de rua em rua para identificar e executar que serviços de melhorias podem ser feitos. No caso das vistorias, é necessário realizar intervenções nas calçadas das residências. A empresa, porém, recupera as escavações e realiza a recomposição da calçada em um prazo médio de 48h, inclusive, recolocando as cerâmicas quando houver necessidade.

Além das melhorias, o programa “Vem Com a Gente” leva dignidade para a população da cidade. Entre eles está o serviço de extensão de rede, que garante água tratada em áreas de palafitas e becos que não contavam o abastecimento regular. Nestas regiões de vulnerabilidade, mais de 110 mil pessoas já foram beneficiadas.

Programa de modernização e ampliação do abastecimento de água em Manaus avança pela cidade. Mais de R$ 105 milhões estão sendo investidos

Postado por Aegea Manaus em 27/set/2021 - Sem Comentários

Entre as melhorias está a instalação de mais de 260 km de redes de água tratada

 

Manaus não para de crescer. Nos últimos dez anos, a população aumentou em mais de 25,5%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). E para acompanhar o ritmo acelerado de crescimento, a concessionária Águas de Manaus está investindo mais de R$ 105,6 milhões na ampliação e modernização do abastecimento com água tratada para vários bairros da capital, por meio do projeto ‘+ Águas’.

Valparaíso, Santa Etelvina, Alvorada, Aleixo, Armando Mendes e São José serão os próximos a receber as melhorias do projeto. Outros bairros estão com obras em pleno andamento, entre eles, a comunidade do Coliseu, na zona Leste, que recebe uma estrutura moderna com mais de 15 mil metros de tubulações para abastecer mais de 18 mil moradores com água tratada.

Moradores da Cidade Nova, Parque São Pedro, Monte das Oliveiras, Cidade de Deus e José Bonifácio, todos na zona Norte de Manaus, já sentem as melhorias. Nos últimos dois meses, mais de 6 km de rede foram implantadas. “Por vários anos sofremos com falta de água, mas graças a Deus, hoje temos água 24 horas e somos gratos por termos sido escutados pela concessionária”, disse Antelmo Cardoso, que há 20 anos mora no bairro José Bonifácio.

Até 2023, mais de 30 áreas da cidade, entre conjuntos e novos bairros, receberão as obras de criação de infraestrutura de água. E terão sido implantadas mais de 260 km de novas redes de água, melhorando a vida de mais de 236 mil manauaras. Iniciativas que garantem o controle de qualidade, gestão energética, redução de perdas e água abundante na casa das famílias.

VULNERÁVEIS – A concessionária também tem tido um olhar diferenciado para os moradores em situação de vulnerabilidade. Pela primeira vez, pessoas que antes não recebiam o serviço agora, além de água na torneira, recebem dignidade com um comprovante de residência, além da Tarifa Social, que atualmente atende a mais de 70 mil famílias com um desconto de 50% do valor da conta de água.

Como avanços e investimentos contínuos para a melhoria do saneamento na capital amazonense, o diretor-executivo da Águas de Manaus, Diego Dal Magro, ressalta que a atuação da empresa não se resume a infraestrutura, mas também em saúde e dignidade para a população.

“Manaus é referência no Brasil por suas iniciativas e no saneamento demos um passo importante, em como atender essas áreas vulneráveis, com soluções de infraestrutura e na relação direta com a sociedade. Com isso, estamos investindo na ampliação e modernização do abastecimento com água tratada. Mais de 100 quilômetros de novas redes foram construídos em comunidades com suas próprias dinâmicas e rotinas. Mas ainda temos desafios, entre eles, nas zonas Leste e Norte que recebem obras de extensão e melhorias, e que vai causar impacto no desenvolvimento e principalmente em saúde preventiva e minimizar de forma expressiva, doenças hídricas”, pontuou.

Procon Amazonas e Águas de Manaus alinham melhorias nos serviços e no atendimento ao consumidor

Postado por Aegea Manaus em 24/set/2021 - Sem Comentários

Empresa e órgão realizam troca de experiências. Jalil Fraxe, diretor-presidente do Procon-AM ressaltou que o diálogo busca beneficiar sempre a população

 

 

A Águas de Manaus abriu suas portas nesta sexta-feira (24), para a receber a equipe de conciliadores do Instituto de Defesa do Consumidor (Procon Amazonas). Além de conhecer as instalações da empresa, a equipe do Procon-AM participou de uma capacitação sobre o cenário do saneamento básico da cidade. Além disso, os técnicos do Procon Amazonas conheceram de perto os serviços e a atuação da empresa na cidade.

 

Presente na visita, o diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe, reforçou que o órgão busca sempre soluções para o consumidor e para isso, entender o dia a dia do prestador do serviço também é importante. “A Águas de Manaus é nossa parceira e temos um diálogo que retorna sempre de forma positiva para a população. Hoje, servidores da concessionária ficam alocados em nossa sede e nos ajudam nas intermediações de conflitos. Pontuo que isso nos dá um resultado positivo e que faz nossa prestação de serviço para a população avançar”, pontuou.

 

Segundo o diretor-presidente do Procon-AM, a Águas de Manaus é uma das empresas que mais resolveu casos no primeiro semestre deste ano junto ao órgão de proteção ao consumidor. “Só no primeiro semestre, a Águas de Manaus teve um índice de 93% de resoluções nos casos que chegaram até a gente, e isso comprova que a empresa tem responsabilidade e respeito com os seus clientes”, completou Jalil.

 

Desde outubro de 2019, a concessionária e o Procon Amazonas têm um termo de cooperação técnica, que tem o objetivo de proporcionar um atendimento diferenciado em casos apresentados no órgão.

 

 

 

Para o diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada, a concessionária está de portas abertas para o diálogo com os órgãos que representam os consumidores, bem como para toda a cidade. “Em todos esses anos de parceria com o Procon, a gente procura abrir a casa e as relações com a cidade e estar disponível para quem quiser conhecer como funciona o nosso dia a dia. Temos avançado no relacionamento com os consumidores e boa parte disso passa por parceiros como o Procon-AM”, disse.

 

Além da visita, a equipe do Procon recebeu orientações sobre a captação e tratamento da água, esgotamento sanitário, faturamento e os trabalhos desenvolvidos pelas equipes do programa Vem com a Gente, que leva melhorias até a porta dos moradores do bairro em que passa, realizando renegociação de débitos em condições flexíveis, mudança de titularidade, cadastro na tarifa social, religação de água, vistorias, instalação e substituição de hidrômetros, manutenção e extensões de rede de água, padronização de cavaletes e outros serviços.

MANUTENÇÃO EMERGENCIAL – Sistema Hidráulico Petrópolis

Postado por Aegea Manaus em 24/set/2021 - Sem Comentários

Manaus, 24 de setembro de 2021 – A Águas de Manaus informa que está com equipes atuando na correção de um vazamento de rede na rua Marciano Armond, em Adrianópolis. Por conta do serviço emergencial, o sistema hidráulico Petrópolis, que abastece a região, precisou ser paralisado.

Devido a isso, os seguintes bairros apresentam oscilações de abastecimento de água nesta sexta-feira (24): Japiim, São Francisco, Japiinlandia, Raiz, São Sebastião, Petrópolis e cj. Jardim Petrópolis.

A previsão é que a manutenção emergencial seja concluída às 18h e que o abastecimento de água na área impactada seja normalizado gradativamente no período da noite.

A Águas de Manaus está à disposição via 0800-092-0195 ou WhatsApp 98264-0464. O atendimento é gratuito e 24 horas.

MANUTENÇÃO EMERGENCIAL – Sistema Hidráulico São Raimundo

Postado por Aegea Manaus em 23/set/2021 - Sem Comentários

 

 

Manaus, 23 de setembro de 2021 – A Águas de Manaus informa que devido a uma manutenção de emergência para corrigir um vazamento na rua Comendador J.G. de Araújo, o sistema hidráulico São Raimundo foi paralisado.

Por conta do serviço emergencial, os bairros Glória, São Raimundo e Santo Antônio apresentam oscilações de abastecimento de água nesta quinta-feira (23). A previsão é que os trabalhos de manutenção sejam concluídos no período da tarde e que o abastecimento de água na região esteja completamente normalizado durante a noite de hoje.

A Águas de Manaus segue disponível 24h por dia para dúvidas ou solicitação de qualquer tipo de serviço, nos canais SAC 0800-092-0195 ou WhatsApp 98264-0464.

Especialistas discutem perspectivas para o saneamento básico de Manaus em seminário com presença do Instituto Trata Brasil

Postado por Aegea Manaus em 21/set/2021 - Sem Comentários

Entre os convidados, o professor da USP Jacques Marcovitch propôs reflexões sobre o estudo realizado na cidade e soluções para o saneamento na vida das famílias manauaras

Nas margens dos igarapés, as residências nas áreas alagadiças em Manaus são conhecidas por palafitas. Quando se tem muro de arrimo com concreto ensacado, eles são os rip-rap e em ruas muito estreitas, os becos. Em Manaus, são nessas áreas de vulnerabilidade que parte da população de menor poder aquisitivo vive, nem sempre assistidas pelo poder público, mas com grandes desafios para mudança de realidade. “A Transformação na vida das pessoas por meio do Saneamento” foi o tema do seminário que reuniu especialistas e autoridades sobre o assunto, realizado pelo Instituto Trata Brasil na manhã desta terça-feira (21), na sede da concessionária Águas de Manaus.

O seminário foi o desdobramento dos dados obtidos junto ao projeto “Trata Brasil na Comunidade: Avaliação dos benefícios do saneamento básico em comunidades socialmente vulneráveis de Manaus”. A pesquisa, realizada entre os meses de junho e julho deste ano, revela a satisfação de moradores de áreas vulneráveis nos bairros Compensa, Redenção e Cachoeirinha, quanto a qualidade de vida e condições de saúde, antes e depois da chegada do abastecimento de água tratada.

Para 97% dos moradores entrevistados a chegada da água tratada trouxe mais saúde e dignidade. Tanto que, 93% dos entrevistados estão satisfeitos com o serviço ofertado. Quanto à confiança na qualidade da água entregue às moradias o número subiu para 81%, antes era de 45%. E o número de ligações clandestinas, que era a forma que se abasteciam, caiu para zero.

Após a apresentação dos dados, o presidente executivo do Instituto Trata Brasil, Édison Carlos, enfatizou a importância da metodologia utilizada para um estudo mais completo, tendo em vista o processo de formação dos próprios pesquisadores que foram comunitários, que receberam treinamento específico para coletar os dados em suas áreas de moradia.

“Nossa pesquisa foi feita em parceria com lideranças comunitárias da cidade, pessoas que moram aqui e são daqui, e conquistamos com isso, maior representatividade. Irmos à comunidade e falar com as pessoas nos dá a chance de captar a percepção delas entre o antes e o depois da chegada da água tratada, é real e concreto, e os dados nos mostram isso”, disse.

Entre os convidados para o seminário esteve o professor doutor Jacques Marcovitch da Universidade de São Paulo (USP), que participou, via internet, e ponderou sobre os resultados do estudo, apresentando alternativas aos desafios que surgiram com os dados.

“Podemos ver a seriedade do trabalho e os desafios do estudo feito pelo Trata Brasil. Estamos vivendo grandes crises e as respostas para algumas delas passam pelo Objetivo de Desenvolvimento Social 6 – que foca no apoio e fortalecimento da participação das comunidades locais para melhorar a gestão de água e saneamento. E aí estão nossos desafios: a continuidade nas políticas públicas; em inovação, com a utilização de novas tecnologias para encontrarmos formas de solução; e, a corresponsabilidade entre os setores e os órgãos fins. Também proponho que se crie um conselho, onde a sociedade seja inserida para integração e discussões acerca do saneamento”, ressalta.

Segundo Wilson Périco, presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (CIEAM), que também compôs a mesa no seminário, as empresas, em muitos casos estão em débito com o meio ambiente. “Ao produzirmos água e tratarmos efluentes, assumimos um passivo com o meio ambiente. Temos um custo intangível nas costas e se houver qualquer problema, o empresariado tem de arcar. E esse é um desafio que temos, em tratar na assertividade e proteção do meio ambiente para reviveremos tempos de outrora”, pontua.

 

Édison Carlos, do Instituto Trata Brasil; Thiago Terada, diretor-presidente da Águas de Manaus; Wilson Périco, diretor do Cieam e Diego Dal Magro, diretor-executivo da concessionária

 

 

OLHAR DIFERENCIADO – O estudo retrata o trabalho da concessionária, principalmente nas regiões mais vulneráveis da cidade. Segundo o diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada, os dados são compatíveis o trabalho que tem sido desenvolvido pela empresa, para beneficiar as famílias que vivem em regiões de vulnerabilidade.

“Estamos atuando apara levar rede de água pra comunidades que nunca tiveram, e isso é muito importante pra mostrar o avanço que isso ocorre na vida das pessoas. Então, quando a gente consegue levar água de qualidade e de substituir, muitas vezes, uma água que não era boa, isso faz com que todos os índices de saúde melhorem e a população consiga ter acesso a uma água tratada. Garantimos, por exemplo, que a pessoa possa tomar um banho e isso tudo dentro de uma condição financeira que a pessoa possa pagar. A gente avança com o saneamento e também com a Tarifa Social”, disse.

 

Evento aconteceu na sede da empresa. Todos os protocolos de segurança contra a Covid-19, como o distanciamento e o uso de máscaras foram cumpridos

Para 97% dos moradores entrevistados nas comunidades vulneráveis de Manaus, acesso à água tratada aumenta dignidade

Postado por Aegea Manaus em 17/set/2021 - Sem Comentários

Acesse o Relatório completo do estudo clicando aqui 

 

Projeto do Instituto Trata Brasil avaliou o antes e depois da chegada da água potável em três comunidades de Manaus

 

SETEMBRO 2021 – Em um país com 35 milhões de pessoas sem água tratada, 100 milhões sem coleta de esgoto e somente 49% dos esgotos tratados, o Instituto Trata Brasil há anos produz estudos e pesquisas objetivando mostrar à sociedade e autoridades os impactos da falta de saneamento básico, sobretudo o acesso à água tratada, coleta e tratamento dos esgotos.

Dentre vários objetivos do instituto, um dos mais relevantes é avaliar os benefícios sociais trazidos pelos serviços quando chegam às comunidades mais vulneráveis. Nesse modelo de projeto é feito uma avaliação socioeconômica das famílias que recebem os serviços, mas, principalmente, busca-se conhecer a percepção desses moradores às melhorias trazidas pela chegada da água potável, esgotamento sanitário e outros.  Denominado “Água e Cidadania pela Vida”, este eixo de projetos do Instituto Trata Brasil já avaliou comunidades no Nordeste, Sul e Sudeste brasileiro e, em 2021, chega a Manaus (AM), onde recentemente o serviço de água tratada chegou a moradores habitando áreas de palafitas, becos e rip raps.

A cidade de Manaus passou, recentemente, por reestruturação de prestação dos serviços de saneamento básico e uma das prioridades, de acordo com a nova concessionária, têm sido o atendimento dessas comunidades. São grandes os desafios para universalizar os serviços de saneamento no estado do Amazonas, bem como na capital Manaus, então é relevante registrar esses avanços.  Desta forma, o Instituto Trata Brasil fez a pesquisa contemplando áreas de palafitas, becos e rip raps dos bairros Compensa, Cachoeirinha e Redenção, para entender como a chegada da água potável alterou a qualidade de vida destas famílias.

Os resultados mostram que 97% dos moradores dos três bairros contemplados na pesquisa afirmam terem mais dignidade após o acesso à água tratada. De modo geral, 93% estão satisfeitos com o serviço sendo ofertado, quando antes o índice era de apenas 40%. Já a confiança na qualidade da água entregue às moradias avançou de 45% para 81%. As ligações clandestinas, que representavam risco à saúde das pessoas e eram a principal fonte de acesso à água, caíram a zero.

Para 81% dos entrevistados, a saúde e a qualidade de vida mudaram para melhor depois da chegada do serviço de água potável. Os benefícios mais citados pelos moradores foram a melhoria na qualidade de vida, ter água tratada todos os dias e a regularização do domicílio. A população passou a contar, pela primeira vez, com comprovantes de residência e grande parte das moradias foram cadastradas na tarifa social, benefício que concede 50% de desconto para famílias de menor renda.

Questionados quanto a frequência com que ficavam doentes, observou-se que muitos ficavam doentes mais de 3 a 4 vezes ao ano, mas que depois do acesso à água tratada esse adoecimento caiu muito. Antes dos serviços, 43% das pessoas relatavam ficar doentes uma vez ao ano e esse índice subiu a 83% após a água potável chegar às torneiras.

“Já é de amplo conhecimento da comunidade médica, e confirmado em vários de nossos estudos, que a chegada da água potável traz grandes melhorias na vida das pessoas, começando pela redução das doenças. Neste estudo, isso fica ainda mais claro pelo reconhecimento da grande maioria dos moradores que agora, com água tratada, se sentem mais saudáveis e com melhores expectativas de vida”, afirma o presidente executivo do Instituto Trata Brasil, Édison Carlos.

A percepção das pessoas foi de que o impacto das doenças de veiculação hídrica foi reduzido em até quatro vezes. Crianças adoeceram e não foram à escola (46% para 11%), idosos adoeceram e não realizaram suas atividades (32% para 6%) e pessoas faleceram (10% para 2%).

Nas comunidades pesquisadas, 51% trabalham com ou sem vínculo empregatício, 33% são beneficiários do Bolsa Família e 50% receberam o auxílio emergencial no enfrentamento à pandemia do coronavírus. Já o desconto na conta de água, por meio da Tarifa Social Manauara, chega a 67% dos entrevistados. “Observa-se que programas como a Tarifa Social são muito importantes para que essa população tenha condições financeiras de arcar com suas contas e assim manter sua dignidade”, reforça o presidente do Instituto Trata Brasil.

Atenta ao projeto do Instituto Trata Brasil na capital amazonense, a concessionária local Águas de Manaus lançou o programa ‘ + Águas’ e garante que a atenção à população vulnerável será sempre prioridade: “O crescimento exponencial de Manaus não foi acompanhado pelos serviços de infraestrutura ao longo dos anos. Para ampliar o acesso à água tratada, vamos implantar novos 260 km de redes de água, garantindo o benefício da Tarifa Social às famílias de menor renda”, reforça o diretor executivo da Águas de Manaus, Diego Dal Magro.

Sobre a pesquisa – O Instituto Trata Brasil ouviu 1.046 moradores dos bairros Compensa, Redenção e Cachoeirinha, em Manaus, com o objetivo avaliar a qualidade de vida e condições de saúde, antes e depois da chegada do abastecimento de água tratada. A pesquisa foi aplicada por moradores das comunidades, devidamente treinados, sendo realizada entre 21 de junho a 21 de julho de 2021, com margem de erro para 2.67% e 95% de confiabilidade.

 

 

Acesse o Relatório completo do estudo clicando aqui 

 

 

Manutenção Emergencial – Sistema ETA1

Postado por Aegea Manaus em 15/set/2021 - Sem Comentários

A Águas de Manaus informa que precisou interromper temporariamente a distribuição de água tratada no sistema ETA-1. A ação foi necessária para que um vazamento na rua Belém seja corrigido. Devido a esse trabalho emergencial, bairros localizados nas zonas Centro-Sul, Sul, parte da Oeste e Leste podem apresentar oscilações no abastecimento nesta quarta-feira (15).

A previsão é que o trabalho emergencial seja finalizado até meio-dia. Após a conclusão, a água começa a retornar gradativamente. O abastecimento estará normalizado na área afetada até o fim desta quarta-feira.

 

 

Áreas impactadas: Aparecida | São Geraldo | Armando Mendes | Cond João Paulo IV | Cond Vale do Sol | Parque dos Rios II | Conj Haydea | Vila Bafururu | Vila Jardim | Conj Petrós | Centro | Conj Tocantins | Japiim | Conj Vila Gaia | Colina do Aleixo | Cond La Ville | Conj Acariquara | Conj Asteca | Conj Carijo | Conj Der AM | Conj João Bosco II | Conj Ouro Verde | Resd Parque Verde | Resd Stillus | Tiradentes | Vila Parque | Conj Celetra | Conj Costa e Silva | Conj Eldorado | Conj Ica Paraíba | Conj Jardim Amazonas | Conj Manauense | Conj Vila Amazônia | Japinlândia | Conj Vitória Regia | São José II | Cond Portal Rio Negro | Conj Bancários | Gloria | Conj Aruanã | Conj Ipase | João Bosco | Conj Itapuã | Conj Murici | Conj Uirapuru | Conj Adrianópolis | Cachoeirinha | Aleixo | Colônia Oliveira Machado | Crespo | Educandos | Jardim dos Barés | Raiz | São Francisco | São Raimundo | São Sebastião | Sta Luzia | Vila da Prata | Zumbi I | Compensa II | Compensa III | Conj Xingu | Conj Vila da Barra | Santo Agostinho | Vila Marinho | Praça 14 de Janeiro | Conj Jardim Paulista | Conj Jardim Petropolis | Sao Jose I | Sao Jorge | Chapada | Santo Antonio | Coroado I | Conj Morada do Sol | Morro da Liberdade | Nossa Senhora das Graças | Petropolis | Presidente Vargas | Sao Lazaro | Lagoa Verde | Sta Luzia | Vila da Prata | Compensa II | Compensa III | Conj Xingu | Conj Vila da Barra | Santo Agostinho | Vila Marinho | Conj Vila Rica | Praça 14 de Janeiro | Conj Jardim Paulista | Vila Humaita | Parque das Laranjeiras | Conj Anavilhanas | Conj Jardim Petropolis | Sao Jorge | Chapada | Santo Antonio | Coroado I | Conj Morada do Sol | Morro da Liberdade | Nossa Senhora das Graças | Petropolis | Presidente Vargas | Sao Lazaro | Lagoa Verde | Parque 10