Maior usina de energia solar da região Norte do país é inaugurada. Complexo vai produzir energia limpa para unidades do serviço de água

Postado por [email protected] em 03/fev/2023 - Sem Comentários

Estrutura ocupa área de 20 mil metros quadrados, e vai reduzir a emissão de carbono (CO2) em mais de 2,6 toneladas métricas por ano.

 

Manaus ganhou, nesta quinta-feira (02), a maior usina de energia fotovoltaica (energia solar) da região Norte do Brasil, na modalidade de Geração Distribuída. A unidade vai gerar 3,7 GWh por ano. Este volume de energia limpa reduz a emissão de 2,6 toneladas métricas de carbono (CO2). O número se iguala ao volume de carbono produzido por 560 automóveis em um ano e tem um efeito semelhante ao de um plantio de 43 mil árvores nativas.

A energia fotovoltaica é limpa e renovável, já que é produzida totalmente a partir da luz solar. Além disso, é uma opção silenciosa, resistente e que traz baixo impacto ambiental nos locais onde é instalada. A maior usina solar da região Norte ocupa uma área de 20 mil metros quadrados na BR-174, no ramal da Fazenda Esperança e possui 2,55 MWp de potência instalada. Oito inversores e 4.960 placas solares formam o complexo energético.

A usina é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Manaus, a concessionária Águas de Manaus, a Brasol, empresa do grupo Siemens e a Expertise Energia.  O evento de inauguração contou com a participação dos titulares da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), Ebenezer Bezerra, do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Paulo Henrique Martins, de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Antonio Ademir Stroski, da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman), Elson Ferreira, e da Unidade Gestora de Projetos Municipais de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário (UGPM-Água) da Prefeitura de Manaus, Arone Bentes, além de representantes do Conselho Municipal de Gestão Estratégica (CMGE).

“Parabenizo pela iniciativa, pelo avanço, pelo compromisso com o meio ambiente. A Prefeitura fica muito feliz de ver esse investimento da Águas de Manaus. Isso serve de exemplo e referência para que outras empresas da iniciativa privada adotem essa energia limpa”, destacou Ebenezer Bezerra.

ENERGIA LIMPA

Inicialmente, o complexo de energia limpa irá atender 55 unidades operacionais do serviço de água na capital amazonense. A Ageman e a UGPM-Água vão acompanhar a operação.

O grupo Aegea, do qual a Águas de Manaus faz parte, assumiu no ano passado uma meta de reduzir 15% do consumo específico de energia, medido em kWh/m³, até 2030, em uma operação inédita para empresas de saneamento no Brasil.

“Estamos investindo em ações sustentáveis na maior cidade da Amazônia. É um motivo de muito orgulho integrar essa parceria com a Prefeitura de Manaus”, destacou o diretor-presidente da concessionária, Diego Dal Magro.

Energia fotovoltaica

Mas, afinal, o que é energia fotovoltaica? Ela é uma fonte de energia renovável e limpa que utiliza a luz solar para gerar eletricidade, e pode ser produzida mesmo em dias nublados ou chuvosos. Quanto maior for a radiação solar, maior será também a quantidade de eletricidade produzida. O sistema de captação não causa impactos ambientais na natureza e tem uma vida útil de alta durabilidade. A tecnologia é uma das mais avançadas no quesito de fontes renováveis de energia.

Águas de Manaus oferece primeiro contato de jovens com projetos de sustentabilidade

Postado por [email protected] em 12/ago/2022 - Sem Comentários

Projeto Jovens Pioneiros chega à terceira edição com participação de 50 alunos de escolas públicas de Manaus.

 

Um primeiro contato com os conceitos de sustentabilidade e ideias que ajudam a preservar o meio ambiente, por meio do saneamento básico. A partir desta ideia, a Águas de Manaus atua com as novas gerações no projeto Jovens Pioneiros, que dá a elas a oportunidade de pensar em soluções práticas, considerando as diferentes realidades de uma mesma cidade. Nesta semana, em que se comemora o Dia Internacional da Juventude, a concessionária reforça o compromisso com o projeto e dá o pontapé inicial nas aulas do projeto que, em sua terceira edição, conta com a participação de 50 jovens da capital amazonense.

Na recepção realizada na sede da Águas de Manaus, já era possível perceber a empolgação dos jovens, com idades entre 15 e 23 anos. Estudantes de escolas públicas da cidade, eles foram aprovados entre mais de 900 inscritos.

Alunas de um projeto social que atende bairros da zona norte da cidade, Julia Evelin, de 15 anos, e Rosângela Maria, de 16, já chegaram pensando em ações que querem colocar em prática ao longo dos próximos cinco meses e que irão trazer melhorias para as áreas onde moram.

“Eu já tive algumas experiências por conta do projeto social. Cheguei ao Pioneiros por meio do trabalho do nosso professor, que nos ensinou técnicas de comunicação com o público e também orientou com a redação, que fez parte do processo de seleção. Tenho muito interesse nas áreas de meio ambiente e sustentabilidade, muito por essa experiência”, resumiu Julia.

Rosângela e Julia, alunas selecionadas para participar do Jovens Pioneiros

Oportunidade e mentoria

Além da criação de projetos que atendam, de forma específica, os locais onde os participantes vivem, o Jovens Pioneiros também proporciona a eles o contato com as várias profissões que integram o quadro da Águas de Manaus, como químicos, técnicos, advogados, engenheiros, assistentes sociais, médicos de segurança do trabalho e administradores, entre outros.

“O Pioneiros vai me ajudar a aprimorar ainda mais os meus conhecimentos e vai me dar a chance de conhecer várias áreas. São temas que afetam diretamente a nossa vida e o nosso futuro”, acrescentou Rosângela.

Ao final do projeto, as melhores propostas serão premiadas e terão a chance de concorrer a nível nacional na categoria voltada aos Jovens Pioneiros no Prêmio de Inovação da Aegea.

Na aula inicial todos estudantes estiveram presentes com a presença dos respectivos responsáveis

“Nós, colaboradores da empresa, seremos os mentores desses jovens na criação dessas soluções. A partir daí, eles já começam a ter noção de como ajudar as comunidades na melhoria da qualidade de vida. É um projeto que muda a vida do jovem, que o ajuda a sonhar concretamente com o que ele pode ser no dia seguinte”, destacou o gerente de Responsabilidade Social da concessionária, Semy Ferraz.