Primeira etapa: Estação de Tratamento de Esgoto Raiz tem 45% de execução da obra concluída

Postado por Daniele Brito em 10/jul/2024 - Sem Comentários

O primeiro módulo irá tratar mais de sete milhões de litros de esgoto por dia, beneficiando mais de 55 mil pessoas.

A primeira etapa da construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Raiz já alcançou 45% de execução da obra. O empreendimento faz parte do programa “Trata Bem Manaus”, que tem como objetivo a universalização do serviço de coleta e tratamento de esgoto. Nesta primeira fase, já será possível tratar mais de sete milhões de litros de esgoto por dia.

A ETE está localizada na rua Independência, no bairro Raiz. O local fica às margens do Igarapé do 40, considerado um dos principais corpos hídricos que cortam a capital amazonense. A nova estação irá garantir que todo esgoto coletado da região passe por tratamento e retorne à natureza livre de contaminações.

O empreendimento faz parte do programa “Trata Bem Manaus”

O projeto está dividido em quatro etapas. A primeira tem previsão de conclusão neste ano e irá beneficiar mais de 55 mil pessoas. Os outros módulos entrarão em execução, gradativamente, com operação total em 2027.

“Esta é uma obra importante, pois estamos falando que em menos de quatro anos, vamos devolver para o Igarapé do 40, mais de 31 milhões de litros de esgoto tratado. É um benefício que chega para a população, que terá mais qualidade de vida e saúde, e para o meio ambiente. Estamos dentro da maior bacia hidrográfica do mundo e obras como esta são um salto importante para a preservação da natureza”, destaca o diretor-presidente da Águas de Manaus, Diego Dal Magro.

Nesta primeira etapa, a ETE terá capacidade de tratar 7 milhões de litros de esgoto por dia

O empreendimento conta com a mão de obra direta de mais de 100 pessoas. Iniciada no início deste ano, a obra já concluiu a etapa de fundação das principais estruturas. A partir de agora, estão sendo construídas as grandes estruturas como tratamento preliminar, desidratação do lodo, sala de polímeros e subestação, para posteriormente serem realizadas as instalações mecânicas e elétricas.

O andamento da obra também é acompanhado pelo poder concedente do município. O vice-prefeito, Marcos Rotta, esteve no local e destacou a importância da ETE para melhoria da qualidade de vida da população. “Esta obra vai, sem sombra de dúvida, vai mudar a vida de muitas pessoas. Estamos falando de mais qualidade de vida para mais de 220 mil pessoas. Esta é uma forma indelével. A parceria entre a prefeitura e a concessionária irá melhorar o esgotamento sanitário e a saúde pública em Manaus”, destacou Rotta.

A obra é acompanhada pelo poder concedente do município

ETE Raiz

A estação será uma das maiores da capital amazonense. Ela irá ocupar uma área de 9,6mil m² e terá capacidade de tratar mais de 31 milhões de litros de esgoto por dia. A ETE irá receber o esgoto produzido e coletado nos bairros Petrópolis, Japiim, Praça 14 de Janeiro, Cachoeirinha, São Francisco e Armando Mendes.

A obra da primeira etapa já tem 45% de execução concluída

A obra é um dos empreendimentos do Trata Bem Manaus. O programa prevê a universalização do serviço de coleta e tratamento de esgoto em menos de 10 anos. Com investimentos de mais de R$2 bilhões, a Águas de Manaus irá realizar a implantação de mais de 2,7 milhões de metros de rede coletora de esgoto, além da ampliação e construção de mais de 70 estações de tratamento, espalhadas por todas as zonas da cidade.

Vias liberadas: Águas de Manaus conclui obra de esgoto no cruzamento das avenidas Djalma Batista e João Valério

Postado por Daniele Brito em 01/jul/2024 - Sem Comentários

Após a conclusão da obra, o trecho foi recapeado e liberado para trafegabilidade.

A obra de implantação de rede de esgoto, no cruzamento das avenidas Djalma Batista e João Valério, no bairro Nossa Senhora das Graças, foi concluída neste fim de semana. O serviço, iniciado na noite da última quarta-feira (26), foi finalizado na noite de sábado (29). Na sequência, equipes iniciaram o trabalho de pavimentação da via, para liberação total do trânsito na madrugada desta segunda-feira (1º).

A frente de obra contou com a participação de cerca de 200 trabalhadores, que se revezaram em turnos distintos para que a obra fosse realizada sem interrupções.

A rede coletora instalada tem extensão de 170 metros

O empreendimento faz parte do programa Trata Bem Manaus, que vida a universalização dos serviços de coleta e tratamento de esgoto. Durante todos os dias, agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) estiveram no local orientando os motoristas.

“O período da obra foi escolhido estrategicamente por nestes dias porque é uma época que Manaus tem uma redução de fluxo de veículos devido ao Festival de Parintins e às férias escolares. Montamos uma força tarefa e conseguimos no prazo estabelecido pelo cronograma. Agradecemos a colaboração de todos e compreensão dos motoristas e pedestres que entenderam a importância do empreendimento para a cidade de Manaus”, destaca o gerente de Projetos, Jean Damaceno.

Equipes se revezaram durante dia e noite

A rede coletora instalada tem extensão de 170 metros. Ela faz parte do sistema que abrange, também, a avenida Constantino Nery. Todo esgoto coletado desta região será transportado até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Educandos, onde passará por tratamento antes de ser devolvido ao rio Negro, livre de contaminações.

Ponta do Ismael receberá melhorias no sistema de tratamento e distribuição de água na próxima terça-feira (02)

Postado por Daniele Brito em 28/jun/2024 - Sem Comentários

Sistema abastecido pelo Complexo precisará ser desligado para receber pacote de melhorias. População deve reservar água para o período.

Responsável por tratar e distribuir diariamente mais de 500 milhões de litros de água por dia, o Complexo de Produção de Água Ponta do Ismael (PDI), na Compensa, vai passar por uma melhoria programada na próxima terça-feira (02). Em decorrência do serviço, o sistema de abastecimento precisará ser desligado temporariamente.

O objetivo é realizar uma série de intervenções no sistema, que vão desde o setor elétrico da subestação da unidade, até interligações de redes de grande porte e troca de registros. Na ocasião, também serão realizadas manutenções mecânicas preventivas, que irão beneficiar as regiões abastecidas a partir da unidade. 

O serviço ocorre a partir das 5h da terça-feira (02) e tem previsão de finalização às 17h do mesmo dia. Durante o período, a concessionária irá realizar a interligação de uma adutora em dois pontos na avenida Presidente Dutra, no bairro Santo Antônio. A avenida Joaquim Nabuco, no Centro, rua Emílio Moreira, na Praça 14 de Janeiro, e rua K, no bairro Alvorada, também irão receber intervenções.

Abastecimento

Para que a melhoria seja realizada com total segurança, será necessário interromper temporariamente a produção de água tratada na Ponta do Ismael. Bairros das zonas Norte, Sul, Centro-Sul, Oeste, Centro-Oeste, e de parte da zona Leste podem apresentar oscilações no abastecimento.

Logo após a conclusão dos trabalhos, a água começa a retornar de forma gradativa, chegando primeiro às regiões centrais e, posteriormente, nas áreas mais elevadas, de acordo com a geografia da cidade. A previsão é que o serviço de água esteja normalizado em todas as regiões da cidade em até 48 horas.

De acordo com o gerente de Operações da Águas de Manaus, Lineu Machado, o serviço é necessário para garantir o bom funcionamento da Ponta do Ismael.  “O Complexo da PDI opera 24h por dia, durante o ano inteiro. Naturalmente, alguns equipamentos envolvidos no processo de produção de água precisam passar por melhorias preventivas. Também vamos interligar um trecho novo de tubulação e realizar a troca de grandes registros. Todas estas intervenções irão garantir que a população continue recebendo água de qualidade”, destaca.

Reserve água – Para que a população tenha um menor impacto em sua rotina durante a melhoria programada da terça-feira, a Águas de Manaus recomenda que os moradores das regiões abrangidas pelo serviço reservem água para o período. A empresa também orienta o uso do recurso de forma moderada, priorizando o consumo humano e atividades essenciais.

Equipes da Águas de Manaus estarão mobilizadas com carros-pipa, para abastecer locais prioritários, como hospitais, Unidades Básicas de Saúde e Escolas nas zonas abrangidas pelo serviço.

A Águas de Manaus agradece a compreensão da população e informa que, qualquer situação emergencial deve ser informada imediatamente à concessionária, nos canais de atendimento: 0800-092-0195 (Whatsapp e SAC), www.aguasdemanaus.com.br e Aplicativo Águas App. O atendimento é gratuito e está disponível 24h.

Confira a lista completa dos bairros:

Alvorada I, II e II; Compensa I, II e III; Terra Nova I, II e III; Alvorada; 31 De Março; Novo Israel; Santo Antônio; Nova Cidade; Santa Etelvina; Centro; Armando Mendes; Santo Agostinho; Ajuricaba; São Raimundo; Mundo Novo; Eldorado; Conj. 31 De Março; Cidadão VII; Vila Da Prata; Lírio Do Vale I e II; Japiinlândia; Nova Cidade; Manoa; Redenção; Nova Esperança I e II; Vale Do Sinai; Petrópolis; Coroado I, II e III; Boas Novas; União Da Vitória; Mundo Novo; Cachoeirinha; Galiléia; José Bonifácio; Colônia Oliveira Machado; Parque Shangrilá II; São Jorge; Monte Das Oliveiras; Vila Marinho; São Francisco; Dom Pedro II; Renato Souza Pinto I e II; Educandos; Nova Cidade; Campos Elíseos; São Geraldo; Ayapuá; Parque Das Nações; Ouro Verde; Betânia; São Lázaro; Bairro Da União; Crespo; Santa Luzia; São Geraldo; Morro Da Liberdade; Glória; Raiz; Riacho Doce I, II e III; Campo Dourado; Canaranas; Hiléia I e II; Presidente Vargas; São Sebastião; Sargentos E Sub-Tenentes Da Pm; Jardim Petrópolis II; Nsra. Do Perpétuo Socorro; Betânia; Senador João Bosco; Campos Elíseos; Santa Marta; Dom Pedro I; Rio Piorini; Aparecida; Santos Dumont; Vila Verde I; Ribeiro Junior; Cidadão XII; Aliança Com Deus; Francisca Mendes; Nova Cidade; Monte Sinai; Da Paz; Sharp; Educandos; Tiradentes; Parque Shangrilá IV; Praça 14; Ozias Monteiro; Campo Dourado; Da Paz; Morro Da Liberdade; Vista Bela; Monte Pascoal; Acariquara; Cidadão I; Vieiralves; Cidadão V; Crespo; Rio Xingu; Augusto Montenegro; Parque Das Laranjeiras; Praça 14; Agnus Dei; Núcleo V; Jardim Petrópolis I; Aleixo; Beija-Flor I, II, III e IV; Flores; Morada Do Sol ; Portal Do Japão; Francisca Mendes II; Adrianópolis; Nossa Senhora Das Graças; Vieiralves; Vila Real; Núcleo IX; Japiim; Vila Da Barra; Aruanã; Aleixo; Mosaico, Ponta Negra; Jardim Sakura; Aleixo; Santa Cruz; Jardim Versalles I e II; Kíssia I; Jardim Oriente; Allegro; Colônia Santo Antônio; Adrianópolis; Manauense; Núcleo XIII; Deborah; Rio Maracanã; Parque Shangrilá VII; Vista Alegre; Industriário; Núcleo VIII; Conquista Torquato; Belvedere; Cophasa; Américo Medeiros; Campos Elíseos; Chapada; Morada Do Sol; Osvaldo Frota II; Cidadão VI; Duque De Caxias; Adrianópolis; Flamanal; Belvedere; Augusto Montenegro; Jardim Amazonas; Núcleo XIV; Petro; Cidade Nova; Vila Verde II; Núcleo XI; Conj. Dos Sargentos; Jardim Das Américas; Jardim Primavera; Jardim Paulista; Belvedere; Tocantins I e II; Canaã; Juruá; Abílio Nery; Parque Aripuanã; Osvaldo Frota I; Senador João Bosco I; Ipase; Conquista Rubi; Parque Shangrilá I; Adrianópolis; Conj. De Flores; Monte Sião; Núcleo VI; Vila Câmara; Vila Municipal; Jornalistas; Senador João Bosco II; Suhab João Paulo Etapa IV; Flores; Cristo Rei; Parque Dos Ingleses; Lagoa Verde; Núcleo VII; Kíssia II; Núcleo I; Colonia Japonesa; Núcleo X; Jardim Brasil; Aleixo; Novo Mundo; São José; Beverly Hills; Conquista Ametista; Parque 10; Jardim Vila Rica; Arezo; Eduardo Gomes; Chapada; Jardim Espanha I; Condomínio Dos Advogados; Águas Claras II; Zumbi III; Jardim Espanha III; Santa Rosa; Jesus Me Deu; Tarumã; Adrianópolis; Parque Dos Franceses; Vale Do Amanhecer.

Programa de universalização do esgoto em Manaus vai integrar Plano Municipal de Saneamento Básico

Postado por Daniele Brito em 26/jun/2024 - Sem Comentários

Águas de Manaus participa de elaboração do documento junto a órgãos municipais.

A Águas de Manaus participará da elaboração do novo Plano Municipal de Saneamento Básico da capital, anunciado pela Prefeitura de Manaus na terça-feira (25). Programa da concessionária para universalização do serviço de esgotamento sanitário na cidade, o Trata Bem Manaus integrará o documento, que está em deliberação junto a secretarias e órgãos municipais.

O Plano Municipal contempla quatro componentes: abastecimento de água; esgotamento sanitário; limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos; drenagem e manejo das águas pluviais urbanas.

Diego Dal Magro, diretor-presidente da Águas de Manaus, fala sobre a participação da concessionária no plano

A concessionária segue responsável pelos serviços de água e de esgoto. Em 2023, o abastecimento de água foi universalizado em Manaus e, em menos de dez anos, o mesmo ocorrerá com a coleta e o tratamento de esgoto, a partir de plano de obras traçado pelo Trata Bem Manaus.

“Quando você fala de saneamento, sempre é construído a várias mãos, todo mundo participa, e com certeza a concessionária, por ser a operadora do pilar de água e esgoto do saneamento, ela está no dia a dia fazendo o serviço, fazendo os investimentos, com seus avanços na universalização bem presentes. Um plano em toda conjuntura de saneamento é extremamente relevante e a gente sempre vê isso com bons olhos, porque o planejamento é fundamental para as ações serem bem executadas”, destaca o diretor-presidente da concessionária, Diego Dal Magro.

Em 2023, o abastecimento de água foi universalizado em Manaus

A Águas de Manaus faz parte da comissão responsável pela elaboração do plano, junto às secretarias municipais de Meio Ambiente, Sustentabilidade e Mudanças do Clima (Semmasclima); Infraestrutura (Seminf), Limpeza Pública (Semulsp) e Saúde (Semsa); Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) e Conselho Municipal de Gestão Estratégica (Cmge). O grupo trabalha em um documento que atenda às demandas da população, integrando a segurança hídrica, com soluções inovadoras, considerando as particularidades ambientais e sociais.

“Nós estamos trabalhando a cidade de Manaus, tecnicamente, em uma condição para que nós possamos ter um direcionamento em relação ao tratamento dos nossos resíduos sólidos. É o plano municipal de drenagem, é o plano principal de universalização da água e, acima de tudo, para que nós possamos ter um balizamento técnico de como a cidade vai crescer e também como nós vamos tratar todos esses resíduos, todo o tratamento do esgoto. Isso é fundamental para que nós possamos ter melhor qualidade de vida”, destacou o prefeito de Manaus, David Almeida.

Sobre o Trata Bem Manaus

O Trata Bem Manaus é resultado de uma série de estudos realizados nos últimos anos, que consideraram as particularidades geográficas e dos corpos hídricos de Manaus. Essas análises apontaram a implementação de microbacias como a solução mais eficaz para que o acesso ao serviço de esgoto seja expandido de maneira mais rápida na cidade. O programa contempla investimentos de aproximadamente R$ 2 bilhões até 2033.

Obras de esgoto em áreas de palafitas fazem parte do programa Trata Bem Manaus

Para alcançar a universalização do serviço, a Águas de Manaus fará a implantação de mais de 2,7 milhões de metros de redes coletoras de esgoto nos próximos anos, além de obras de implantação e ampliação de pelo menos 70 Estações de Tratamento de Esgoto (ETE’s), espalhadas por todas as zonas da cidade.

Todas as obras são realizadas em alinhamento com a Prefeitura de Manaus. Além disso, os bairros que recebem essas obras são visitados por equipes de conscientização, que passam de porta em porta com informações e tirando dúvidas dos moradores sobre a implantação do serviço.

Bairro São Geraldo recebe obras de construção de rede de esgoto que irá beneficiar mais de duas mil pessoas

Postado por Daniele Brito em 18/jun/2024 - Sem Comentários

Serão implantados mais de 2,6 mil metros de rede em mais de 15 vias, entre ruas e becos do bairro.

Mais de duas mil pessoas começam a receber a estrutura do sistema de esgotamento sanitário no bairro São Geraldo, na zona Centro-Sul da cidade. A obra faz parte do Programa Trata Bem Manaus, que prevê a universalização do serviço de coleta e tratamento do esgoto na capital amazonense. Ao todo, serão implantados mais de 2,6 mil metros de rede.

De acordo com o gerente de Projetos da Águas de Manaus, Jean Damaceno, o local será contemplado com a construção de estrutura de esgoto em 17 vias, entre becos e ruas. “Para que tenhamos os ganhos que o serviço de esgota trás, precisamos levar a estrutura para toda cidade e isso inclui também os locais de difícil acesso, como os becos. Realizamos um estudo topográfico e achamos soluções para que todos tenham acesso ao saneamento”, destaca o gerente.

No local estão sendo implantados mais de 2,6 mil metros de rede de esgoto

As equipes iniciaram as implantações das redes coletoras e dos Terminais de Inspeção e Limpeza (TIL), na última semana. Serão, mais de 2,7 mil metros de rede coletora, que irão coletar e transportar o esgoto produzidos em cerca de 500 imóveis.

“Como o sistema de esgotamento sanitário funciona por gravidade, são necessárias mais estruturas para, por exemplo, transportar o esgoto das áreas mais baixas até as mais elevadas. Também estamos construindo uma Estação Elevatória de esgoto (EEE) que irá bombear todo este efluente para uma rede especial, que chamamos de linha de recalque”, ressalta Damaceno.

Cerca de 17 vias, entre becos e ruas, serão beneficiadas com a estrutura

Tratamento e meio ambiente

Todo esgoto coleta do bairro São Geraldo será transportado até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Educandos. O local tem capacidade para tratar 26,3 milhões de litros de esgoto por dia. “Com a ampliação da cobertura e a conexão dos imóveis ao sistema de esgotamento sanitário, teremos todo esgoto coletado levado até a estação. Hoje ainda não trabalhamos com a capacidade máxima de tratamento dela, ou seja, conseguimos expandir e tratar mais esgoto, que retornará para a natureza livre de contaminações”, enfatiza o gerente de Projetos.

Após passar pelo tratamento e desinfecção, o efluente é devolvido ao rio Negro. Para os próximos anos a concessionária prevê a construção de mais de 2,7 milhões de redes coletoras e mais de 70 estações de tratamento. Com isso, todo esgoto que hoje, é despejado nos igarapés e rios da cidade passará a ser coletado e tratado. Ao final, ele será devolvido à natureza dentro dos padrões estabelecidos pelos órgãos ambientais e de saúde.

Rede de esgoto começa a ser implantada no bairro Petrópolis e irá beneficiar mais de 8,4 mil pessoas

Postado por Daniele Brito em 13/jun/2024 - Sem Comentários

Com a implantação de mais de 8,8 mil metros de rede, todo esgoto coletado será transportado até a ETE Raiz.

Nesta semana, o programa Trata Bem Manaus chegou no bairro Petrópolis, zona Sul da cidade. O local já começa a receber obras de implantação de rede coletora de esgoto. Ao todo, serão construídos mais de 8,8 mil metros de rede que irão coletar e transportar o esgoto produzido nas residências até uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Mais de 8,4 mil pessoas serão beneficiadas com a estrutura.

As obras iniciaram nas ruas Francisco Couto Vale e João Mendonça, simultaneamente. Equipes de conscientização acompanham os trabalhos para informar e tirar dúvidas dos moradores em relação à obra. “Antes de iniciarmos fizemos uma reunião com a comunidade. Na ocasião explicamos sobre como vamos atuar no bairro, os benefícios que chegam junto com o serviço e como as pessoas podem fazer para se conectar ao sistema. Durante a execução da obra, também disponibilizamos os colaboradores para atender aos moradores”, destaca o gerente de Projetos, Jean Damaceno.

As ruas Francisco Couto Vale e João Mendonça já começaram a receber a estrutura

A previsão é que o serviço de implantação da rede seja concluído no início de agosto. Ao final, mais de 1,6 mil imóveis estarão prontos para a conexão ao sistema de esgotamento sanitário. “Após a conclusão da obra, alguns imóveis precisam realizar adequações internas para se interligarem à rede coletora. Nosso time também atua explicando como os moradores podem fazer para aderirem ao sistema e contribuírem para recuperação dos nossos igarapés”, ressalta.

Todo esgoto coletado será transportado para ETE Raiz. A estação está sendo construída às margens do igarapé do 40.

No local, estão sendo construídos mais de 8,8 mil metros de rede coletora de esgoto

ETE Raiz

A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Raiz começou a ser construída em abril deste ano. A primeira etapa do empreendimento será entregue no segundo semestre deste ano e já vai ter capacidade para tratar mais de 7 milhões de litros de esgoto por dia.

“Quando finalizarmos esta etapa, já vamos poder tratar todo esgoto coletado desta área que está recebendo a rede coletora. Por ser uma das maiores estações da cidade, ela será executada em quatro etapas. Ao final – em 2027 -, vai ter capacidade para tratar mais de 31 milhões de litros de esgoto por dia, ou seja, todo este volume que antes era despejado diretamente na natureza passará por tratamento e será devolvido ao meio ambiente livre de contaminações”, ressalta Damaceno.

Além do esgoto coletado no bairro Petrópolis, a ETE também vai receber esgoto de bairros como Raiz, Japiim, Praça 14 de Janeiro, Cachoeirinha, São Francisco e Armando Mendes.

Manutenção emergencial no Santa Luzia é concluída e abastecimento começa a retornar em bairros da zona Sul de Manaus

Postado por Daniele Brito em 27/maio/2024 - Sem Comentários

Águas de Manaus mobilizou força-tarefa para ocorrência e trabalhou desde a noite de domingo para dar resposta aos moradores.

A Águas de Manaus concluiu, por volta das 16h desta segunda-feira (27), uma manutenção emergencial localizada na rua Henrique Archer Pinto, bairro de Santa Luzia, na zona Sul de Manaus. O abastecimento de água tratada em dez regiões da zona Sul de Manaus, que foi interrompido para que a manutenção ocorresse com segurança, já está em normalização. A previsão é que até o fim da noite desta segunda, a área esteja com o serviço de água completamente recuperado.

Uma força-tarefa envolvendo mais de 50 pessoas foi montada para atuar na manutenção da tubulação de grande porte, na Santa Luzia. Com isso, foi possível realizar o serviço, atender os moradores impactados e liberar a via em menos de 24 horas.

As equipes atuaram no serviço desde os primeiros momentos após a ocorrência, na noite de domingo (26). Equipes da empresa visitaram todas as residências impactadas pelo vazamento, para prestar apoio e assistência. Além disso, foram deslocados ao local equipamentos como retroescavadeiras, tratores e caminhão-pipa.

De acordo com o gerente de Operações da concessionária, Lineu Machado, a pronta resposta reforça o comprometimento da empresa em solucionar qualquer tipo de situação emergencial que venha ocorrer. 

“Em um curto espaço de tempo mobilizamos nossos profissionais para atenderam a esta ocorrência de alta complexidade. Iniciamos o trabalho logo na sequência do sinistro e seguimos até a conclusão, na tarde desta segunda-feira, sem interrupção. Neste tempo também disponibilizamos carros-pipa para atender os moradores”, destaca.

Morador do bairro Santa Luzia há mais de 50 anos, o líder comunitário, Glaucinei Serpa, reforçou a rápida resposta apresentada pela concessionária. “Na mesma hora em que soube desta situação, fiz um vídeo e enviei para empresa. Logo em seguida fomos atendidos. A equipe da Águas de Manaus foi muito atenciosa, conversou com cada morador e se prontificou em ressarcir os prejuízos causados por este vazamento. É muito importante quando uma empresa vem, ouve a população e dá soluções”, disse o morador.

A concessionária segue à disposição da população nos canais oficiais 0800 092 0195 (SAC e WhatsApp), site www.aguasdemanaus.com.br e aplicativo Águas App.

Cidadão 5: Mais de 2,4 mil pessoas são contempladas para receber estrutura do sistema de esgotamento sanitário

Postado por Daniele Brito em 08/maio/2024 - Sem Comentários

A obra no conjunto Cidadão 5 faz parte de um complexo que irá implantar rede coletora de esgoto em mais duas áreas da Cidade Nova.

O conjunto Cidadão 05, no bairro Cidade Nova, zona Norte da cidade, começou a receber obras de implantação de mais de três mil metros de rede coletora de esgoto. O serviço faz parte do programa Trata Bem Manaus, e irá contemplar mais de 2,4 mil pessoas que vivem no local.

As obras iniciaram em abril e devem se estender por três meses. Estão previstas implantações de rede coletora em todas as ruas do conjunto. Os serviços ocorrem de segunda-feira à sexta-feira, das 8h às 17h.

A obra irá contemplar mais de 2,4 mil pessoas que vivem no local

O local também recebe a atuação de conscientizadores que atuam de porta em porta para esclarecer os moradores sobre o serviço que está sendo implantado, os benefícios que chegam com o esgotamento sanitário e para tirar dúvidas.

“Temos um time que faz o trabalho de relacionamento com nossos clientes, explicando sobre a obra, tirando dúvidas dos moradores e, principalmente, esclarecendo sobre a importância de cada morador se conectar à rede que estamos implantando. Somente desta forma conseguiremos usufruir dos benefícios que chegam junto com o esgotamento sanitário”, destaca o gerente de projetos da Águas de Manaus, Jean Damaceno.

Estão previstas implantações de rede coletora em todas as ruas do conjunto

A implantação de rede coletora do conjunto Cidadão faz parte de um conjunto de obras que irão contemplar ainda as áreas do Riacho Doce e Osvaldo Frota. Ao todo, serão construídos mais de 18,2 mil metros de rede, além de uma Estação Elevatória de Esgoto (EEE). A previsão é que o complexo seja concluído até o final deste ano.

“Quando lançamos o programa Trata Bem Manaus, explicamos sobre as soluções para chegarmos à universalização do esgoto em Manaus, por meio das microbacias. Esta área da Cidade Nova contempla uma destas microbacias. Todo esgoto coletado desta área será transportado para ETE Timbiras, que fica no mesmo bairro”, ressalta o gerente.

O Cidadão 5 faz parte de um conjunto de obras que irão contemplar ainda o Riacho Doce e Osvaldo Frota

Hoje, Manaus tem mais de 30% de cobertura de esgoto. Com isto, diariamente são tratados 62 milhões de litros de esgoto por dia. Todo este efluente passa por um minucioso processo de tratamento que garante que retorno à natureza livre de contaminações e dentro dos padrões estabelecidos pelos órgãos ambientais.

Para os próximos anos a concessionária irá implantar mais de 2,7 milhões de metros de rede coletoras de esgoto, além de construir mais de 70 Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) espalhadas por toda cidade. A meta é que em 2033 o serviço esteja universalizado.

Águas de Manaus abre inscrições para 3º Prêmio de Jornalismo Ambiental

Postado por Camila Henriques em 29/abr/2024 - Sem Comentários

Premiação terá categoria voltada para reportagens sobre coleta e tratamento de esgoto.

A terceira edição do Prêmio Águas de Manaus de Jornalismo Ambiental está com inscrições abertas a partir desta quinta-feira (25). A premiação é voltada para reportagens sobre saneamento básico e tem o intuito de estimular a produção de materiais em texto, áudio e vídeo sobre o tema. 

Os interessados em se inscrever têm até o dia 11 de outubro deste ano, às 23h59 (horário de Manaus), pelo hotsite http://www.premioaguasdemanaus.com.br/.  No endereço, também é possível consultar o regulamento. O prêmio reconhecerá matérias produzidas e publicadas no período compreendido entre 1 de novembro de 2023 a 11 de outubro de 2024. 

Neste ano, a novidade fica por conta da categoria Trata Bem Manaus, que irá premiar a melhor reportagem sobre esgotamento sanitário na capital amazonense. Materiais que estão inscritos em outras categorias também poderão concorrer nesta. 

“As duas primeiras edições do prêmio tiveram, juntas, mais de 180 inscrições. Foram premiados trabalhos que mostraram a importância do saneamento básico e como ele está entrelaçado a outros temas de relevância, como saúde, turismo, geração de empregos e preservação do meio ambiente”, destacou o diretor-presidente da Águas de Manaus, Diego Dal Magro.

A premiação é voltada para reportagens sobre saneamento básico

Além de profissionais que atuam em veículos de comunicação, estudantes de jornalismo também podem se inscrever no prêmio.

Os primeiros colocados das categorias Trata Bem Manaus, jornalismo impresso, radiojornalismo, webjornalismo, telejornalismo, fotojornalismo e repórter cinematográfico receberão, cada um, premiação em dinheiro no valor de R$ 5 mil. Já os vice-campeões ganharão R$ 3,5 mil e os terceiros colocados, a quantia de R$2 mil. 

Os estudantes universitários devem se inscrever na categoria Jornalismo Universitário, que compreende matérias veiculadas em um dos seguintes canais da faculdade: TV, jornal impresso, rádio e site. Nesta categoria, também serão aceitas reportagens que tenham sido publicadas na mídia externa. A premiação será única para o primeiro, que ganhará um notebook. 

Assim como na primeira edição, todos os trabalhos inscritos nas categorias profissionais serão automaticamente elegíveis ao Grande Prêmio Águas de Manaus de Jornalismo Ambiental, que dará o valor de R$ 7 mil ao vencedor.

Sistema de esgotamento sanitário chega na Comunidade Vale do Sinai, zona Norte de Manaus

Postado por Daniele Brito em 25/abr/2024 - Sem Comentários

O local começou a receber obras de implantação de rede coletora que irá transportar o esgoto até uma estação para tratamento.

As obras de expansão do esgotamento sanitário chegaram à comunidade Vale do Sinai, no bairro Cidade Nova, na zona Norte da cidade. O local faz parte da microbacia que irá contemplar quatro áreas do bairro. Ao todo, serão implantados 34 mil metros de rede coletora, que irão transportar todo esgoto produzido nas residências para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Timbiras, localizada na mesma região.

A obra faz parte do programa Trata Bem Manaus. A previsão é que o serviço seja concluído em novembro deste ano e beneficie aproximadamente 24 mil pessoas. Na comunidade Vale do Sinai, os serviços iniciaram na segunda quinzena de abril. As equipes atuam no local de segunda a sábado, das 8h às 18h.

O local faz parte da microbacia que irá contemplar quatro áreas do bairro

Equipes de conscientizadores também atuam no local com visitas porta a porta para esclarecer os moradores da região sobre a importância do novo serviço que está sendo implantado. Durante estas visitas, os colaboradores explicam sobre a obra, o prazo de execução e os benefícios do esgotamento sanitário.

Morador da comunidade há 22 anos, o mestre de obras Raimundo Barbosa, está recebendo as obras com a esperança em dias melhores. “Hoje, o esgoto produzido nas casas é jogado na rede de drenagem ou fica à céu aberto mesmo. Isso traz acúmulo de sujeira, de mosquitos e, consequentemente, casos de doenças entre os moradores. Com a chegada da Águas de Manaus temos a esperança de melhorias tanto na vida das pessoas, como no próprio meio ambiente já que não vamos mais jogar nosso esgoto nos igarapés”, afirma o mestre de obras.

O morador e mestre de obras, Raimundo Barbosa, faz questão de acompanhar as obras

Após a implantação da rede coletora, as equipes realizam a instalação do Terminal de Inspeção e Limpeza (TIL) na calçada de cada imóvel. É por meio dele que o morador irá se interligar ao sistema que transportará o esgoto coletado para a ETE Timbiras. Lá, o esgoto passará por um minucioso tratamento para retirada das substâncias poluentes. Somente após todo este processo, o efluente será devolvido ao meio ambiente, livre de contaminações.

“A cidade Nova é um dos maiores bairros de Manaus, que contempla muitas comunidades. Este trabalho no Vale do Sinai é importante para que os benefícios cheguem a estes moradores. A partir da adesão ao sistema, teremos melhorias na qualidade de vida, dos índices de saúde das pessoas, além do meio ambiente, uma vez que este esgoto será levado para uma estação de tratamento”, destaca o gerente de Projetos, Jean Damaceno.

Estão sendo implantados 34 mil metros de rede coletora nesta região da Cidade Nova

Trata Bem Manaus

Trata Bem Manaus é o programa da Águas de Manaus que tem como objetivo universalizar o serviço de coleta e tratamento de esgoto na capital amazonense. O cronograma de obras deste primeiro semestre contempla diversas áreas da cidade, como Praça 14 de Janeiro, São Geraldo, Nossa Senhora das Graças, Cachoeirinha, Centro e comunidades dentro do bairro Cidade Nova.

Além da Cidade Nova, outras áreas da cidade também recebem a estrutura

Além das implantações de rede, a concessionária também está atuando na construção de duas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs), uma no bairro Ponta Negra e outra na Raiz.